domingo, 31 de janeiro de 2016

Tempo para fazer "nada"

Cada vez mais reclamamos pela falta de tempo e, de facto, parece que o tempo foge e andamos sempre a correr de um lado para o outro, sempre a fazer alguma coisa.
Tempo para fazer "nada" também é preciso. Mas como?
Bem, ao programar cada dia devemos reservar algum tempo para simplesmente não fazer nada. Sem abusar, pois o tempo é precioso e a inatividade saudável não significa estar um dia a preguiçar.
Quando eu digo "fazer nada" é mesmo fazer nada, não é ver televisão, ler, ou outra coisa do género.
Eu sei que não é fácil, eu própria tenho dificuldade em reservar esse tempo. Até quando vejo televisão (o que é raro!), eu tenho de estar a fazer mais alguma coisa.
Mas se pararmos 5 ou 10 minutos para fazer nada mesmo, vamos nos sentir muito melhor. Um técnica para conseguirmos desligar um bocado é mesmo fechar os olhos, sentada ou deitada, com ou sem música e relaxar, não pensar em nada. 
Bom domingo!

Sem comentários:

Enviar um comentário