quinta-feira, 27 de junho de 2013

Bom dia, com calor!

Sim, com calor, muito calor!

Há quem não goste... mas eu adoro este tempo! Dá-me energia, boa disposição, motivação para a vida e, acima de tudo, uma paz enorme!
Para quem pode, um salto até à praia ainda é melhor.

Amanhã, se tudo correr como o previsto, também irei pôr os pés na areia e quem sabe  dar uns mergulhos.

Que o bom tempo se prolongue por mais uns dias, por favor!

terça-feira, 25 de junho de 2013

Um dia vou emagrecer. Hoje é o dia!

Amigas e amigos,

Se quer realmente emagrecer, pare de adiar esse propósito e comece hoje, agora!

A partir de hoje vai dizer não às bolachas, às guloseimas, aos chocolates, aos pastéis de nata com o café da manhã (ou da tarde), ao pão com manteiga, às massas, ao arroz, entre outros.

Nos primeiros quatro dias evite esse tipo de alimentos e faça apenas 4 refeições (pequeno-almoço, almoço, lanche e jantar). Ah, e não se esqueça de beber 1,5l de água por dia.

Ao fim de quatro dias, comece por introduzir a massa, o arroz e o pão, em pequenas quantidades e de preferência integral.

Os sumos de fruta não são muito aconselhados, umas vez que contêm muito açúcar. Prefira comer uma peça de fruta. Mas, mesmo assim, não abuse. Não coma 3 laranjas de uma vez só, ou 3 pêssegos, ou uma taça cheia de morangos. Coma pequenas quantidades.

A partir de hoje, pense duas vezes antes de meter qualquer alimento à boca. Prefira sempre os alimentos menos calóricos. Agora que estamos no verão, abuse das saladas de legumes.
Exemplo de um prato saudável, excelente para estes dias: 
 Salada de alface, couve roxa, tomate, pepino, cebola e 1 ovo cozido às rodelas. 

Como alternativa ao ovo, pode usar atum em água, peito de frango desfiado, um triângulo de queijo "A vaca que ri".

Os quatro primeiros dias podem ser um pouco mais difíceis, mas verá que passado esse tempo o seu organismo habitua-se e em pouco tempo verá a diferença.

Quanto peso poderá perder? Depende de cada pessoa. Poderá emagrecer 3 kg logo nos primeiros quatro dias e depois 1,5 kg por semana. Mas, claro, depende muito do peso de cada pessoa. Normalmente, uma pessoa com mais quilos em excesso, emagrecerá a um ritmo superior daquela que apenas necessita de perder 3 ou 4 kg. Também depende do exercício físico que fizer. Se aliado a esta dieta, fizer uma caminhada de 30 minutos por dia, tanto melhor.

Força, e desta é que vai ser. 

Não se esqueça. Hoje! Agora!

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Bom dia, com alegria!

Amigas e amigos,

Cá estamos para o início de mais uma semana de trabalho (falo por mim, claro!).
Nada melhor para começar bem o dia do que um belo duche ao som de boa música,  um bom pequeno-almoço e uma boa companhia.
Sol e calor é o que nos espera esta semana, mas também não era sem tempo, não acham?
Vamos portanto, encarar a semana de trabalho com energia, com boa disposição e alegria. Ah... e não se esqueçam de sorrir para a vida. Só assim vale a pena viver.

domingo, 23 de junho de 2013

Bom dia, com muito amor!

Queridas leitoras,

Hoje é domingo e eu estou feliz! Com pouco, mas feliz.
A nossa felicidade não depende dos outros. Depende apenas de nós próprios. 
A felicidade não depende do que nos faz falta, mas do bom uso que fazemos do que temos.
Viver a vida e ser feliz!
Sorrir para a vida!
É esse o meu segredo (se é que é segredo...)


sexta-feira, 21 de junho de 2013

Viver tranquilamente

Viver a vida tranquilamente é extremamente fácil e valioso. Basta aceitarmos com um sorriso o que a vida nos dá, apreciar o pouco que seja, sem raiva, sem rancor, sem anseios.
O mal da nossa sociedade é vivermos na ansiedade de ter mais, mais  e mais, e não usufruirimos do pouco que temos.
Se aceitarmos esse pouco e apreciarmos a beleza natural das coisas, os pequenos momentos em família, uma refeição preparada com amor, um simples ramos de flores,  um beijo, uma carícia, um olhar, tudo parece mais belo, mais tranquilo.
Aproveite a vida!

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Quando o muito ainda é pouco...

É incrível ouvir certas pessoas queixarem-se de falta de dinheiro, quando nós sabemos que ganham muito mais que nós e do que a maioria da pessoas. Saberão estas pessoas o que é viver com falta de dinheiro? Terão consciência das dificuldades que um pai ou uma mãe passa para manter um, dois ou mais filhos a estudar, quando apenas traz para casa o ordenado mínimo (quando traz!)? Saberão estas pessoas o que é alimentar-se com sopa e pão todos os dias porque não tem dinheiro para comprar carne, peixe e fruta? Já nem falo de outros luxos, pois o pobre não pensa nisso.
Felizmente não ganho o ordenado mínimo, mas também não me ando a lamentar. Pelo contrário, tenho dito muitas vezes que tenho mais hoje do que alguma vez pensei vir a ter.
É ridículo ouvir certas conversas (eu sei que é feio escutar as conversas alheias, mas por vezes falam tão alto que é impossível não ouvir...).
Desculpem o tom do post de hoje, mas sinceramente fico revoltada ao  ver a ignorância de muitas pessoas. Têm muito mas ainda é pouco. Na minha opinião, estas pessoas só ficariam satisfeitas se ganhassem o euromilhões (e daí não sei, só se fossem mais de cem milhões!).



terça-feira, 18 de junho de 2013

Não deixe para amanhã...

Muitas vezes somos obrigados a adiar determinadas tarefas por nos terem surgido outras com uma urgência maior. Nesse caso, teve mesmo de ser. Mas nem sempre assim é.

Por vezes, a meio de uma tarefa somos interrompidos por uma outra tarefa mais prazerosa e, imediatamente, largamos o que estávamos a fazer para executarmos esta que é muito mais fácil e mais agradável. É ou não é verdade? Pois, a mim já me aconteceu várias vezes. E, assim, adiámos o que estávamos a fazer para amanhã, ou para outro dia que nos apeteça. Certo? Errado!
Não devemos largar o que estamos a fazer para começar outro trabalho. Devemos executar uma tarefa do princípio ao fim e só depois começar outra. Começar e acabar. Não devemos deixar para amanhã, pois amanhã vai surgir outra tarefa e mais outra...
O melhor mesmo é ordenar essas tarefas de forma prioritária. Nunca devemos deixar uma tarefa a meio só porque nos surgiu outra mais agradável e aparentemente mais urgente. Muitas vezes, a urgência é relativa, dependendo da forma como nos pedem para executá-la. Devemos avaliar bem a categoria em que ela se encaixa: urgente ou importante.
Pior ainda é quando entramos num ciclo de procrastinação.  É muito prejudicial. Esta imagem mostra-nos um dia desses.



Deixar para amanhã, nunca! Evite deixar coisas pendentes.

domingo, 16 de junho de 2013

Pensamentos: SER FELIZ

Ser feliz é gostar dos outros e ajudá-los. A melhor maneira de ser feliz é contribuir para a felicidade dos outros.
Desenganem-se os que pensam que só somos felizes quando todos gostam de nós e nos ajudam. Nada mais errado!
Fazer bem aos outros, servir os outros, contribuir para a felicidade dos outros só nos pode encher de felicidade também.

Não concordam?


quarta-feira, 12 de junho de 2013

Momentos que ficam

Há pequenos momentos na nossa vida que ficarão guardados para sempre na nossa memória. 
São os pequenos, mas grandes momentos, aqueles que são passados em boa companhia, num ambiente agradável, de amor, de paz, de alegria, de diversão.
Não deixe de viver cada momento da sua vida, de forma a que ele fique gravado para sempre no seu coração. Há coisas que não se esquecem, nunca.

terça-feira, 11 de junho de 2013

O que ando a ler?

Neste momento, tenho na mesinha de cabeceira um livro com um título bastante interessante: «Trate a vida por tu», de Daniel Sá Nogueira. 

Espero que o conteúdo também seja interessante. Pelo que já li, parece valer a pena.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Bodas de prata: quase!

Casar com a pessoa que amamos e fazer desta união um casamento feliz requer muito amor e dedicação, de ambas as partes.
Eis algumas sugestões preciosas:

  1. Mantenha a chama acesa. Mesmo com a correria do dia-a-dia, não se esqueça de dizer o quanto ama o seu marido/mulher todos os dias, programe um fim de semana a dois, um jantar ou simplesmente uma tarde de cinema mais romântico;
  2. Não implique com a sua cara metade. Dividir a vida com outra pessoa não é fácil, mas não vale a pena implicar por questões insignificantes. Tente dividir tarefas, responsabilidades, de modo a que ninguém saia magoado.
  3. Respeito mútuo. É muito importante o respeito, a valorização do outro. Respeitar também as diferenças: não há duas pessoas iguais! Essa é a base do amor.
  4. Mantenha a comunicação. Sem comunicação não vale a pena a vida em comum. Mas esta tem de ser honesta, sem ironia, sem agressões. Por vezes as palavras ferem muito. Se estiver irritada, o melhor a fazer é medir todas as palavras para não magoar o outro.
  5. Sem mentiras. Não vale a pena mentir ou ocultar factos. Se tem esse hábito com o objetivo de não magoar o outro, acredite, quando ele souber vai ficar mais furioso ainda. O melhor a fazer é ser o mais transparente, o mais sincera possível.
  6. Seja criativo/criativa.  De vez em quando surpreenda a sua cara metade: com um ramo de flores, um bilhete de cinema, uma viagem, um jantar, qualquer coisa, mas surpreenda-o(a)!
  7. Critique, mas de forma construtiva. Sim, se houver alguma coisa no seu companheiro que não lhe agrada de todo, deve dizer-lhe, mas com respeito e de forma construtiva. Afinal, você ama-o, com todos os defeitos, não é verdade?
  8. Compromisso. Sem compromisso de ambas as partes, o casamento não tem sucesso. Lidar com o dia a dia, com as responsabilidade, sobretudo se houver filhos, não é fácil. Requer uma enorme persistência e um sentido de compromisso muito grande. Têm de ser uma equipa muito bem ajustada, muito bem articulada.
  9. Não se esqueça dos dias especiais. Hoje, com uma rotina cada vez mais monótona, é preciso sair dela de vez em quando. Por que não escolher datas importantes para ficar os dois, bem juntinhos para aproveitarem o momento e reacenderem a chama.
  10. Divida as responsabilidades. Num casamento feliz, o homem e a mulher têm as suas responsabilidades e deveres divididas. Existem famílias mais e menos conservadoras. Se o seu marido não se imagina a estender roupa (porque é conservador!) não se incomode com isso. Você já se imaginou a montar uma canalização? (Eu não!...) Tente encontrar o equilíbrio e terá bons resultados.

SEJA FELIZ!

Ementa da semana

Queridas leitoras,



Há muito que não publico a ementa da semana, umas vezes porque simplesmente  não a faço, outras vezes porque me esqueço de a publicar.

Esta semana resolvi voltar a partilhar a minha sugestão para a ementa da semana:

Segunda-feira
Almoço: Canja de galinha, arroz de polvo, salada mista, cerejas.
Jantar: Creme de legumes, febras grelhadas, legumes salteados e fruta.

Terça-feira 
Almoço: Creme de legumes, pizza de queijo e fiambre para uns, medalhões de espinafres e salada mediterrânica para outros, arroz branco, fruta.
Jantar: Creme de legumes, carne de vitela estufada, massa colorida e salada mista, fruta.

Quarta Feira
Almoço: Creme de legumes, Frango assado com arroz de ervilhas, salada e fruta.
Jantar: Creme de legumes, Salmão grelhado, batata cozida e legumes cozidos, fruta.

Quinta-Feira
Almoço: Creme de cenoura, Rojões com arroz de legumes, fruta.
Jantar: Creme de cenoura, Bacalhau à Gomes de Sá, salada mista e fruta.

Sexta-feira: 
Almoço: Creme de favas, resto do jantar, salada mista e fruta
Jantar: Creme de legumes, Febras grelhadas com arroz de feijão, Salada mista e fruta.

Sábado
Almoço: Sopa de peixe, Chocos grelhados com batata e legumes cozidos, arroz doce.
Jantar: Creme de legumes, Peito de frango assado e desfiado com esparguete de legumes, salada e fruta.

Domingo:
Almoço: Creme de legumes, Lombo assado e arroz de legumes, salada e fruta ou arroz doce.
Jantar: Resto do almoço.

Boa semana e bom apetite!

domingo, 9 de junho de 2013

Com mais otimismo

Sim, hoje acordei um pouco mais otimista. Sinto-me mais confiante e com muito mais energia.
Cheguei à conclusão de que não devemos baixar os braços nem afetar os outros com os nossos problemas.
Por isso, o melhor a fazer é mesmo enfrentar os problemas de frente, tentar resolvê-los e, sobretudo, não sofrer por antecipação.
Um dia de cada vez, sim, mas um dia bem vivido, não um dia de sofrimento.
A vida é linda de mais para ser desperdiçada.
Assim, nada de passar o dia alheada do mundo. Há que estar presente em todos os acontecimentos, sejam eles bons ou maus, para não termos surpresas desagradáveis.
Nada de passar pela vida de forma despercebida. Há que mostrar aquilo de que somos capazes e tirar partido disso mesmo.
Nada de deixar projetos inacabados. Começou, acabou!
Nada de pensar só nos outros! Devemos dar prioridade ao nosso bem-estar e à qualidade de vida da nossa família.

E com esta energia toda, vou-me embora, pois tenho muito que fazer!
Beijinhos e bom domingo!



sexta-feira, 7 de junho de 2013

Pequenas coisas...

... mas tão importantes!
São os pequenos gestos que fazem a diferença.
É um sorriso e um olhar meigo pelo manhã, é o pequeno-almoço tomado em família, é desligar o telemóvel quando vamos para a mesa, é preferir a música à televisão, é convidar para jantar fora para festejar algo especial, é saber ouvir.

Gestos tão simples! Não acham?

terça-feira, 4 de junho de 2013

Vencida... mas não convencida

Sim, continuo um pouco pessimista em relação ao futuro e, acreditem, é uma sensação rara em mim. Por norma, sou uma pessoa positiva, muito otimista até. Mas por vezes acontecem certas coisas que nos deixam um pouco a vacilar.

Quero acreditar que tudo vai mudar para melhor e que eu vou voltar a ser uma mulher alegre, divertida, otimista. 

Para que essa mudança não dependa só dos outros, tomei a decisão de eu própria mudar, talvez passar a encarar a vida de outra forma, não deixando contudo de afirmar os meus princípios. Essa parte não irei conseguir mudar. Sou como sou e gosto de ser assim. Neste momento, é o que me dá mais prazer. Sei realmente o que quero da vida e como a quero viver.

A minha mudança vai ter de passar pela forma como reajo ao comportamento dos outros. Tenho de ser mais distante e tentar não sofrer com isso.

Voltei aqui hoje para partilhar convosco esta minha decisão, com a promessa de que voltarei mais vezes, com motivação, com energia, com alegria.

Boa semana!

domingo, 2 de junho de 2013

Hoje estou assim...

... cansada.
Não me perguntem porquê. Não consigo explicar. Mas estou cansada. 
Cansada de ouvir os políticos, cansada de ver a maldade das pessoas, cansada de tanta hipocrisia, cansada de tanta ganância.
Dói-me a cabeça, doem-me as pernas e os braços e o meu estado anímico também já teve dias melhores.
Voltarei aqui quando me sentir melhor.
Até lá, desejo-vos um excelente início de semana.

sábado, 1 de junho de 2013

Coisas que me irritam...


  • A desorganização;
  • A falta de atenção;
  • A falta de respeito;
  • A falta de humildade;
  • A teimosia;
  • Desperdiçar tempo e dinheiro;
  • E tantas, tantas outras coisas....

Desculpem o desabafo! Mas fico possessa quando sou afetada por alguns daqueles comportamentos.

Bom fim-de-semana!

Objetivos para o mês de junho

Neste mês de junho, que eu espero seja mais quente do que o de maio, tenho algumas coisas importantes que gostava de fazer:

Ir um fim de semana (ou mais) à praia, com a família;
- Lavar os cortinados cá de casa;
- Enriquecer o jardim do terraço com mais plantas;
- Plantar, também no terraço, pimentos cor de laranja;
- Dar mais uso à churrasqueira;
- Convencer toda a família a fazer uma alimentação mais saudável.