quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Frases célebres (Cícero)
















Organização pessoal

Queridas leitoras e queridos leitores:

Para as pessoas que se queixam cada vez mais da falta de tempo, gostaria de  dizer que a gestão do tempo depende muito da organização de cada um de nós. 
Quem tem acompanhado o meu blog tem dado conta da importância que dou à organização, precisamente porque já fui vítima da falta dela.

Eis algumas dessas mensagens:


 Sem stress, vá lá, nunca é tarde para se organizar!

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Fazer bem sem olhar a quem...

é um ditado bem antigo e bem verdadeiro...
Eu acredito que praticar o bem se pode comparar a semear e cuidar da sementeira. Se esta for bem feita, a colheita será na mesma proporção. Caso contrário, o prejuízo será grande.
Nesta linha de pensamento, acredito que se fizermos bem, seja a quem for, o retorno será igual ou mesmo superior. Eu já vivi essa experiência, mais do que uma vez.
Por isso, não nos devemos arrepender de fazer bem, nem devemos escolher o nosso alvo, pois existe sempre alguém, seja ela quem for, que precisa de ajuda em alguma coisa.
Por exemplo, existem pessoas que têm muito dinheiro, mas falta-lhes afeto, companhia, etc. Por outro lado, existem pessoas que têm muito apoio afetivo, mas não têm dinheiro para comer, para vestir, para estudar, etc.
Um pequeno gesto, uma pequena contribuição poderá significar muito para cada uma dessas pessoas.

Já o disse várias vezes, adoro ajudar os outros. Se tenho sido recompensada? Sem dúvida. Ver a felicidade das pessoas a quem ajudo é, desde logo,  uma grande recompensa.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

E foi assim...

desde que cheguei a casa. Pus o avental e fui cozinhar.
  • Um pão de sementes na Máquina de Fazer Pão;
  • Uma sopa de legumes, bem à portuguesa (para hoje e para amanhã);
  • Um Bacalhau espiritual (para o jantar de hoje);
  • Rojões (para o jantar de amanhã);
  • E para adoçar a boca da família (e não só!), estes deliciosos bolinhos.

Digam lá que não foi produtivo! 




sábado, 23 de fevereiro de 2013

Ementa da semana


2ª feira:
Almoço - Creme de legumes, Bacalhau espiritual, salada mista e fruta.
Jantar - Creme de legumes, Rojões com arroz de ervilhas, salada e fruta.

3ª feira:
Almoço Sopa de feijão verde, Arroz de cogumelos, salada, fruta.
Jantar - Creme de cenoura, Filetes de pescada com arroz de ervilhas, salada mista e fruta.

4ª feira:
Almoço - Sopa de feijão verde, Febras grelhadas com arroz de feijão, salada mista e fruta.
Jantar Sopa de feijão verde, Dourada grelhada com batata cozida, legumes cozidos e fruta.

5ª feira:
Almoço - Sopa de espinafres, Salada russa com atum e ovos, fruta.
Jantar - Sopa de espinafres, Panados de frango com arroz e salada, fruta.

6ª feira:
Almoço - Creme de legumes, Hambúrgueres grelhados com massa colorida, salada mista e fruta.
Jantar - Creme de legumes, Souflé de peixe, salada e fruta.

Sábado
Almoço - Creme de cenoura, Carapau grelhado com legumes, salada mista e fruta.
Jantar - Creme de cenoura, Frango assado com arroz, salada e fruta.

Domingo
Almoço - Sopa de peixe, Espetadas mistas com arroz malandrinho de tomate e salada mista, fruta e doces.
Jantar - Sopa de legumes, Sobras ou tarte de carne, salada e fruta.

Bom  apetite!

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Poupar, poupar, poupar...

É urgente poupar, não há volta a dar. 
O dinheiro que recebemos é cada vez menos e, infelizmente, não estica.
Mas onde podemos nós poupar ainda mais?
Há quanto tempo andamos nós a poupar? É possível reduzir ainda mais as despesas?



Nós temos de comer, é verdade.
Nós temos de ter luz e água em casa, também é verdade.
Além disso, há um bem imprescindível para vivermos: uma casa.
Estes são alguns dos principais bens que não convém nada deixarmos de ter.
Claro que existem outros, também importantes, mas não tão essenciais: Internet, telefone, tv por cabo, etc. Não seria impossível viver sem eles, dizemos nós, aliás os nossos pais e os nossos avós já viveram e foram felizes sem isso. Contudo, hoje estamos demasiado dependentes deles e deixar de os ter, é complicado. Mas é possível!
Além disso, hoje gastamos muito dinheiro com a nossa educação e dos nossos filhos. Considero essas despesas imprescindíveis nos dias que correm. Por isso, também me parece que não podemos cortar aí.
Então, afinal onde podemos cortar/poupar?
Eis algumas sugestões:
  • Ande menos de carro; em alternativa, ande a pé ou use os transportes públicos;
  • No supermercado, compre apenas o essencial;
  • Programe as refeições com antecedência;
  • Cuide das roupas e do calçado, de forma a fazer com que durem mais;
  • Evite refeições fora;
  • Use tarifa bi-horária;
  • Tome duche em vez de banho de imersão;
  • Faça comida em casa e evite comprar refeições prontas a comer;
  • Use mais produtos de marca branca;
  • Se não pode passar sem Internet em casa, negoceie um plano económico;
  • Por fim, se é fumador/a, tente deixar de fumar. Já fez as contas de quanto gasta e de quanto poderia poupar? Por exemplo: se gastar 3,5€ por dia, gastará 105€ por mês; 1260€ por ano. Este seria o montante que pouparia... Já para não falar na saúde que, essa, ficaria a ganhar!!! Pense nisto! 

Boas poupanças!

  


quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Voltei!

Aos meus queridos leitores mais frequentes e sempre atentos, peço desculpa pela minha ausência.

Não estive doente, felizmente. Mas tenho andado um pouco triste.
Na segunda-feira, logo pela manhã,  recebi a notícia da morte repentina de uma pessoa que eu conhecia muito bem, extremamente jovem.  Daí este post de segunda-feira. 

Fiquei, como devem calcular, em choque. 
Foi por isso que me ausentei, pois até a vontade de escrever se foi.
Mas há que reagir, que regressar à rotina e às coisas boas da vida.

Por isso aqui estou, de volta, e com um pouco mais de energia.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Boa semana!

Apesar das más notícias que nos chegam todos os dias, quero deixar um conselho:

Aproveitem o melhor que a vida nos dá.
De uma hora para a outra não somos nada!

Desejo a todos uma semana plena de felicidade e de momentos bons!

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Rotina louca, ou talvez não...

Há quem diga que sou maluca, principalmente por me levantar tão cedo. Os que mais me criticam são precisamente os membros da família que, se pudessem, dormiam horas e horas a mais.
Bem, mas eu não me importo com o que dizem e o que me interessa mesmo é sentir-me bem comigo.
E para isso, eu tenho de me levantar cedo, fazer determinadas coisas antes de sair de casa e não andar a correr o dia todo, preocupada com a falta de tempo.
Nem sempre tive esta rotina e, por isso, sei bem o que é sair de casa a correr, deixar uma série de coisas por fazer e,  à noite, quando chegar a casa, depois de um dia de trabalho,  ter a casa em desordem.
Não, isso não podia continuar a acontecer. Foi por essa razão que decidi mudar e optar por esta rotina, para alguns louca, para mim, ótima.

6h30 - Levanto-me e ligo a televisão para me ligar ao mundo (mesmo que as notícias não sejam a melhores...)
Arrumo a loiça da máquina, limpo a lareira e preparo o almoço para levar para o trabalho
Tomo banho, visto-me, etc...
Arrumo o quarto e organizo algumas roupas que possam estar espalhadas. (O quarto das filhas, cada uma arruma o seu).
Tomo o pequeno-almoço com a família, que entretanto já se levantou.
Arrumo a cozinha e dou um jeito no WC antes de sair.
Recolho o lixo para levarmos quando sairmos de casa.

8h - Saímos todos de casa com destino ao trabalho e à escola.

8h30 - Chego ao trabalho e, aí, a rotina é outra, bem diferente, mas muito organizada (eu pelo menos tento que assim seja).

12h30 - Almoço e aproveito este momento de pausa para ler (o meu vício!). Por vezes, uso este tempo para ir a uma mercearia comprar legumes e fruta, porque são mais baratos.

13h30 (por vezes 14h) -  Regresso ao trabalho.

17h (por vezes, 18h, 19h e, muito raramente,  às 20h) - Saio do trabalho (e tento desligar dele, o que nem sempre é fácil).

18h (em dias normais) - Chego a casa e lancho com a família.
Faço uma caminhada de 30 minutos, com o marido (quando ele tem tempo) e uma visita rápida aos meus pais para ver como estão, como passaram o dia.
Faço o jantar e, enquanto isso, aproveito para limpar uma divisão da casa por dia.
Ponho a máquina da roupa a lavar e, dia sim dia não, faço um pão na MFP.
Jantamos todos juntos. A hora de jantar depende da disponibilidade de cada um. Como jantamos sempre juntos, esperamos uns pelos outros.
Arrumamos a cozinha e passo o resto do serão com a família. Como não gosto de estar parada, neste momento aproveito para ler, passar a ferro se houver roupa, arrumar papeladas, ir ao computador, e outras coisas que entretanto surjam.
Antes de deitar, passo os olhos pela agenda e vejo se ficou alguma coisa por fazer.
Raramente me deito antes da meia noite.

As compras para a casa são feitas, regra geral,  de quinze em quinze dias (já tentei mensalmente, mas não dá). Mesmo de quinze em quinze dias é complicado, pois há sempre alguma coisa que esquecemos ou alguma necessidade de última hora. Como tenho o supermercado perto de casa, não perco muito tempo.

Ao sábado faço uma limpeza mais aprofundada da casa e ao domingo, sempre que posso, aproveito para descansar, para ler, passear (quando a família pode, claro).
 
É assim o meu dia a dia (em dias normais!). 

Não sou uma pessoa de saídas à noite. Não fui habituada a isso e, por isso, não me sinto muito bem em ambientes de grandes confusões. Sou assim mesmo, gostem ou não. Perdoem-me os meus amigos que tantas vezes me convidam para sair.
O mais importante  é eu sentir-me bem, ser feliz e fazer feliz quem partilha a vida comigo.

Bom fim de semana!

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Sexta-feira: o meu dia preferido!

Chegou a tão desejada sexta-feira, com sol e subida de temperatura.
Tudo o que eu gosto!

Como já afirmei várias vezes, este é o meu dia preferido na semana de trabalho.
É o dia de despachar todos os assuntos pendentes, de organizar as papeladas, enfim, de "arrumar a casa", neste caso, o local de trabalho.

Por coincidência ou não, é à sexta-feira que a funcionária faz uma limpeza mais aprofundada do meu gabinete.
As plantas são regadas nesse dia também.
Portanto, na sexta-feira, fica tudo tratado, até as plantas!

Desejo às minhas queridas leitoras uma excelente sexta-feira! 

O fim de semana está à porta e vem com sol!!!

Como adoro música romântica, aqui vai a minha sugestão: Michael Bolton
 


quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Ler online...

Nunca pensei vir a dizer isto, mas a verdade é que experimentei e gostei. Gostei muito, até!
Há muito que me andavam a dizer que existem muitos livros disponíveis na internet, gratuitos, e que eu podia ler a custo zero e sem ter que perder tempo em bibliotecas.
Não tenho nada contra as bibliotecas, antes pelo contrário. Acho fantástico podermos levar para casa livros que não são nossos e usufruirmos do prazer da leitura, a custo zero.
A leitura no computador sempre me fez um pouco confusão. Sou da geração do papel, gosto de tocar, folhear cada página e sempre resisti aos ebooks e livros, sobretudo de grandes autores. No computador apenas lia pequenos artigos.
Mas a insistência foi tal, que decidi pesquisar alguns livros favoritos e que ando para ler há algum tempo. Foi daí que descobri que, com um simples clique, poderia ter esses livros em formato pdf e que os poderia ler a custo zero.
Experimentei e gostei muito. Não perdi o entusiasmo pela leitura.
Cheguei à conclusão de que quem gosta de ler, lê de qualquer maneira. Podemos estranhar no início, mas depois habituamo-nos.
Como disse, estou a adorar a experiência.
Para quem tiver um Tablet, então ainda é melhor, uma vez que o modo de ler se assemelha ao tradicional.


terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Vamos caminhar?

Pois é, queridas leitoras, está decidido!

Não sei se vos acontece o mesmo, mas a mim o sedentarismo já me anda a afetar. Apesar do exercício físico que faço a cuidar da casa e da roupa e de evitar os transportes públicos sempre que posso, no inverno sinto-me sempre assim. 
Como passo muita hora sentada no trabalho, sinto as articulações enferrujadas. 
Tenho andado um pouco preguiçosa, também por causa do frio e da chuva,  mas isso vai acabar.  Amanhã irá começar a minha época de caminhadas 2013. A menos que chova. Isso é que não. Já chega!
Bem, quem me ouvir falar, até parece que faço grandes caminhadas. Não. As minhas voltas não duram mais de 45 minutos por dia (máximo uma hora!). Já é muito bom.
Agora, que ainda é inverno, vou dar a minha volta antes de jantar. No verão é que sabe bem sair depois de jantar. 

E as minhas leitoras, já andam nas caminhadas ou nem por isso?

Não, obrigada, quero ser magra

Muitas são as pessoas que desejam emagrecer e não conseguem.
Isso acontece porque, na maioria das vezes, não conseguem dizer "não" a determinados hábitos alimentares. Estou a referir-me, por exemplo, aos petiscos, às entradas quando vão jantar fora, às bebidas alcoólicas, às guloseimas, enfim, a uma série de hábitos nada aconselhados a quem deseja mesmo perder peso.
O conselho que eu dou a estas pessoas é que passem a dizer "não", com orgulho, a estas coisas. O resultado vai notar-se em pouco tempo. E vai gostar dele, tenho a certeza.

Enquanto não for capaz de ter autocontrole sobre si, dificilmente vai conseguir emagrecer. Não é animadora, mas esta é a realidade.

Dicas:

  1. Quando for jantar fora e lhe puserem as entradas na mesa, diga ao empregado que pode levá-las de volta. Assim, não vai ter a tentação de ir comendo enquanto espera.
  2. Numa festa, onde a mesa está cheia de doces, opte pelos que tiverem fruta fresca. Sempre são os menos calóricos.
  3. Diga  a frase "NÃO, OBRIGADA, QUERO SER MAGRA", quando insistirem consigo para que coma mais um bocadinho disto ou daquilo. 
  4. Lembre-se que para emagrecer deve comer apenas o que deve e não o que lhe apetece.

Parece difícil? Vá devagar. Não vai conseguir resistir a tudo num só dia, mas vá por etapas. Devagar, devagarinho e verá que consegue. Vai ter orgulho de si.







segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Gosto de...


Amar (Sem amor, não sei viver)
Beijar (Quem não gosta?)
Cozinhar (Sempre a inventar)
Dançar (Fascina-me)
Ensinar (Nasci para ensinar)
Flores (Rosas brancas,orquídeas, etc.)
Gengibre (Descoberta recente)
Honestidade (Sinceridade, amizade, etc..)
Imaginar (Sobretudo sonhar com coisas boas)
Juntar dinheiro (Nunca se sabe o dia de amanhã)
Ler (O meu vício, a minha perdição)
Morangos (Simples ou com chantilly, maravilhosos!)
Namorar (Todos os dias e mais alguns)
Ouvir música (Romântica, de preferência)
Praia (De verão ou de inverno, adoro!)
Queijo (Da serra)
Rir (Não dizem que é o melhor remédio?)
Sol (Bendito sejas! Dás-me vida, alegria e vontade de viver)
Trabalhar (Sem trabalho não há resultados)
Uvas (Adoro!)
Vinho (Tinto ou verde e em boa companhia)
Xisto (Aldeias de)
Zara Home (e não só...)


A minha pessoa, de A a Z.

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Carnaval? Não, obrigada!

Não gosto mesmo nada do Carnaval, que me perdoem os foliões.

Fiquei triste com o tempo de chuva, mas isso foi porque não gosto de chuva.

Adoro dançar, adoro as festas de verão, mesmo com música "pimba". Adoro divertir-me, das mais diversas formas.
Para mim, Carnaval é festa que não me convence.

Votos de boa semana!

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Fim de semana para descansar

É esse o meu (nosso) objetivo para os próximos dois dias. 
Dado que o Dia dos Namorados, este ano, é num dia de semana e nós estamos a trabalhar, decidimos antecipar o dia de São Valentim e aproveitar os próximos dois dias para nós, perto do mar, como eu gosto.
Serão dois dias para descansar, e sobretudo para namorar,  sem stress, sem horários,sem grandes compromissos.

Às minhas queridas leitoras, desejo também um excelente fim de semana.

Ter paciência - conselho do dia

A ansiedade leva-nos muitas vezes à precipitação e ao erro. Quando estamos ansiosos tentamos resolver todos os problemas na primeira oportunidade que nos aparece. 
Muitas vezes é preciso ver as várias opções de resposta para que possamos refletir e escolher a que será melhor para nós próprios. 
Não nos devemos precipitar. A paciência é o melhor antídodo para a ansiedade.

Boa sexta-feira!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Fazer a vida acontecer - conselho do dia

Nos dias de hoje, é cada vez mais difícil fazermos a vida acontecer, diz a maioria das pessoas. 

Na verdade, até nos pode parecer impossível fazermos algo para mudar. Achamos que não depende de nós, mas dos outros.
Mas será mesmo impossível fazermos a nossa vida acontecer?
Será que queremos mesmo mudar? Ou estamos resignados a todo um modo de vida que nos é imposto?
Então, se é daquelas pessoas que passa a vida a lamentar-se porque não tem tempo de ir ao cinema, ao cabeleireiro, fazer caminhada, sair com os amigos, ver um filme com a família, ir ao museu, etc, etc, pare e pense: "Será que já fiz alguma coisa para mudar isso?"

Para fazer algo, basta querer.

Não espere dos outros. Faça a sua vida acontecer. Hoje, agora!

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Viver a vida - conselho do dia

Porque a vida é efémera e porque nunca sabemos quando termina, vou deixar aqui alguns conselhos que considero de extrema importância:

  1. Não devemos deixar a vida passar ao lado. 
  2. Devemos viver intensamente cada minuto, tirar partido das coisas mais belas que a vida tem. 
  3. Não devemos deixar para "um dia..." Um dia pode ser tarde...
  4. Os espaços, a comida, os ambientes, as pessoas, a cultura.. tanta coisa para viver.
  5.  Não nos devemos fechar nem isolar do mundo.
  6.  Devemos ler jornais, mesmo que as notícias não sejam as melhores nem as mais animadoras,  mas convém estarmos por dentro de tudo o que se passa à nossa volta.
  7.  Devemos viajar, se não for fisicamente, pelo menos devemos fazer viagens virtuais, conhecer o mundo.
  8.  Conviver com os amigos também é importante, mas sobretudo com aquelas pessoas que nos fazem felizes, que nos divertem.

Viva a vida!

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Trabalhar com gosto

Faz parte da minha maneira de ser.
Sempre que tenho um trabalho para fazer, mesmo que seja novo para mim, aí vou eu explorar, descobrir a melhor maneira de o fazer. 
Cada barreira ultrapassada é uma vitória. É isso que me dá prazer.
Não é que não goste do trabalho de rotina, mas uma tarefa nova é sempre um desafio, uma conquista pessoal.
Por isso dou o máximo de mim em cada trabalho que faço e desempenho-o com o maior prazer.

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Objetivos para o mês de fevereiro

Mais um mês se iniciou e, com ele, melhor tempo se aproximou.
Sol, sol, sol... Adoro! Dá logo mais vontade de fazer planos e definir objetivos, não acham?

Pois bem, para este mês os meus objetivos são os seguintes:

  1. Começar com as caminhadas (sozinha ou em família); Comecei,  parei, retomei, enfim, vai devagarinho... está frio!
  2. Retomar os almoços de família, ao domingo (que estiveram em pausa, devido ao frio e ao mau tempo); Sim, sim.
  3. Ser mais rigorosa com as rotinas domésticas (não acumular limpezas para o fim de semana); Estou no bom caminho...
  4. Descansar mais ao domingo; Sim, sim.
  5. Continuar as minhas leituras; A bom ritmo!
  6. No trabalho, ser cada vez mais eficiente, organizada e metódica; Penso que sim...
  7. Namorar; Pouco, mas bom.
  8. Ser feliz. Muito feliz.


E as minhas queridas leitoras, já definiram objetivos para este mês?


sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Vamos lá a mexer!



Divirtam-se!
Bom fim de semana.

Por amor...

Fazemos tudo. 

O amor é mágico, tem o poder de nos dar toda a energia para darmos a volta.
Só mesmo por amor, uma mulher (ou um homem!) é capaz de tantos sacrifícios, de algumas humilhações, de submissões.
Só mesmo por amor, uma mãe consegue manter um sorriso estampado na cara depois de um dia sem qualquer motivo para rir.
Só mesmo por amor, uma mulher consegue fazer planos para o futuro, mesmo depois de ouvir notícias devastadoras todos os dias.
Só mesmo por amor, um mulher consegue alimentar esperança no futuro, mesmo que o seu dia a dia não seja nada de extraordinário.
Por amor cometemos as maiores loucuras.
Amar é viver.
Sem amor, a nossa vida entra em declínio, deixamos de viver.
Sendo assim, faça tudo com amor. Se arrumar  a casa, arrume com amor. Se lavar a roupa, lave com amor. Se cuidar do seu filho, faça-o com muito amor. Se vai trabalhar, trabalhe com amor.
Verá que tudo ganhará sentido na sua vida, nada será em vão.

Vale a pena amar!