terça-feira, 28 de março de 2017

Balanço do mês de março

Não foi um mês nada normal, antes pelo contrário.
Aconteceram coisas boas, coisas muito boas, mas também aconteceram coisas menos boas.
Algumas aflições, felizmente ultrapassadas, atrapalharam o meu estado de espírito habitual.
Ainda assim, ou não fosse eu uma pessoa otimista, posso dizer que o balanço foi positivo.
Apesar dos sobressaltos, de algumas correrias e de alguma ansiedade, chego à última semana do mês com esperança no futuro, com alegria e com uma vontade cada vez maior de viver e de aproveitar cada minuto.
Viver o amor com muita intensidade, viver com a família num ambiente de paz, viver com os amigos em harmonia, ajudar quem mais precisa e viver para ser feliz e fazer feliz quem nos ama é realmente o que mais importa para mim.
Venha abril com a mesma intensidade.


sexta-feira, 24 de março de 2017

Ai sexta-feira!

Eu e as sextas-feiras temos uma relação muito especial. Não sei bem explicar a razão, só sei que neste dia eu me sinto quase sempre diferente, para melhor, claro. 
Sinto mais alegria, sinto mais confiança, sinto vontade de rir, de conversar, de trabalhar, de fazer planos.
No fundo, o que eu sinto é uma enorme vontade de viver que vai para além do habitual e, portanto,neste dia, cada minuto é sempre aproveitado para fazer algo de importante, útil e produtivo.
Mais agradável ou menos agradável, a verdade é que tudo o que é iniciado numa sexta-feira tem que ser concluído nesse dia. Nem que, para isso, se acelere mais um bocadinho.
Esta sou eu a iniciar uma sexta-feira que, embora chuvosa e muito fria, me enche de alegria!

segunda-feira, 13 de março de 2017

Momento de reflexão

«Cada dia é uma nova chance para mudar algo na sua vida!»
Todos nós temos consciência da necessidade de mudar algo na nossa vida... mas, por vezes, vamos adiando, adiando, adiando...
Nunca é tarde para mudar... Comece hoje por mudar algo! 
Pense nisso... 
Eu já pensei, e a mudança acontece todos os dias! 
Resultado: Ser feliz!


sexta-feira, 3 de março de 2017

Tempo para tudo, é possível?

Claro que sim! Desde que não se queira fazer tudo no mesmo dia, na mesma hora, no mesmo instante. O mesmo é dizer que deverá haver o máximo de organização nas tarefas que se tem para fazer, sendo de extrema importância a priorização das mesmas.
Em síntese, ser organizado ou desorganizado é uma questão de hábito.
Há pessoas que dizem que não fazem a cama de manhã porque não têm tempo ou não tomam o pequeno-almoço em casa por falta de tempo. Enfim, na minha opinião são desculpas  e demonstram uma completa desorganização.
Nos próximos dias irei partilhar convosco algumas dicas de como aproveitar o tempo e fazê-lo "esticar", de forma a conseguir-se fazer tudo o que é essencial.
Fique atento(a)!