sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Que ando a ler...

Ao contrário do que tinha previsto, no mês de agosto não li muito devido aos meus problemas de saúde.
Ainda assim, consegui ler o romance D. Teresa de Távora - A amante do Rei, que adorei. Quem me recomendou a leitura deste livro foi a Paula  do blog vidademulheraos40.blogspot.com, a quem muito agradeço.
Estou a ler neste momento e quase a terminar o romance P.S. - Eu amo-te
Dois romances fantásticos. 
No próximo mês ainda não sei o que vou ler. Aceito sugestões.

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Contas à vida

Sempre fui uma pessoa de contas organizadas, talvez por isso não tenha dívidas.
Mas por vezes somos tentados a fazer algumas compras, não por necessidade para simplesmente porque são tentadoras. Por exemplo, "Leve 3 e pague 2"; "Em compras superiores a 90,00 oferecemos 10% de desconto no total da compra"; saldos, promoções em todos os artigos, sejam eles de comer, de vestir, de calçar, acessórios, material escolar,etc etc. 
É tudo muito tentador, mas nós também sabemos que são técnicas de marketing e só fica a ganhar quem está a vender. Nós acabamos por gastar o mesmo dinheiro, por vezes mais, muitas vezes sem termos necessidade.
Por essa razão, deixei de me iludir com telefonemas a oferecer isto e aquilo, de comprar alguma coisa sem necessidade, de comprar algo só porque fulano também tem, ou porque é moda, ou porque toda a gente tem.
Só compro o que é necessário e quando é necessário.
Para quê gastar 90,00 em compras só para ter 10% de desconto? 10% são 9,00. Não seria melhor comprar menos coisas e gastar 70,00 por exemplo.  Poupávamos mais...
Se não fizermos contas à vida, esta pode ficar ameaçada. 


quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Antes e depois

Infelizmente, só quando passamos por certas situações na vida é que começamos a tomar juízo.
Falo por mim, que já cometi alguns erros na vida que me saíram caros.
Alguns são erros sem importância, mas outros são mesmo muito graves, e o pior é que tinha a consciência disso e não fazia nada.
Sempre fui um pouco preguiçosa para beber água, embora soubesse, como toda a gente,  que devia beber mais e o recomendasse aos outros.
O tempo foi passando e as consequências desse erro surgiram, e de que maneira! Estou a pagar caro por isso.
Hoje, depois do mal feito, mudei radicalmente a minha relação com a água. O médico manda, a Manuela faz! E faz tudo direitinho com medo de sofrer mais. Dois litros de água por dia não falham. Agora sim, sei que não me vou desleixar com isso! É pena que tenha mudado de atitude apenas depois do problema surgir.
Amigas, aconselho-vos sinceramente a não cometerem o mesmo erro que eu. Bebam muita água por dia. Mesmo que não gostem, insistam. O hábito de beber água adquire-se em pouco tempo. Basta alguma persistência. Andem sempre com uma garrafa de meio litro na carteira e bebam, pela vossa saúde! 

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Escolhas da vida...

Depois de uma pausa para férias, aqui estou eu de novo com um pouco mais de energia, apesar de, infelizmente, as férias terem sido interrompidas várias vezes por motivo de doença.
Apesar de tudo isso, o balanço foi positivo e, portanto, deu para carregar as baterias para mais um ano intenso de trabalho que se avizinha.
Nestes dias de ausência, aproveitei para repensar a minha vida. Pensei no que já fiz, no que gostaria de fazer, mas sobretudo na forma como quero viver cada dia.

Por ordem de prioridades, os meus interesses são os seguintes:

SAÚDE -  A minha saúde e a dos que me rodeiam vão ser a principal preocupação;
FAMÍLIA - O bem-estar da minha família, o convívio com os meus pais, com as minhas filhas, com o meu marido, vão dominar cada dia da minha vida;
AMOR - Colocar amor em tudo o que fizer. É esse o meu objetivo. Nas refeições que preparo diariamente, nas tarefas domésticas, sejam elas mais ou menos agradáveis, em tudo vai haver amor;
TRABALHO - Sem trabalho não pode haver progresso. Se queremos melhorar as nossas condições de vida, a nossa satisfação pessoal e profissional, temos de trabalhar com prazer. É isso que pretendo fazer, sempre!
DINHEIRO - É importante, claro, mas não é o mais importante para mim. Desde que dê para pagar as minhas contas e não passar fome, chega. Não sou, nem nunca fui, pessoa de esbanjar o pouco dinheiro que tenho. Apenas compro alguma coisa quando realmente preciso. Consumismo ? Não, obrigada!



P.S. Gostaria de agradecer a todos e a todas quantos me enviaram mensagens e me desejaram as melhoras, mesmo sem me conhecerem pessoalmente, e me deram força para voltar aqui. Foram momentos difíceis os que vivi nos últimos tempos,  mas voltei! Obrigada!

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Sonhos, sonhos e mais sonhos...

Mas nem sempre a vida nos deixa sonhar.
Por vezes esses sonhos não passam disso mesmo. Sonhos.
Quis o destino que eu este ano não conseguisse gozar as minhas merecidas férias. Se não é por uma razão é por outra, mas, na verdade, têm sido as férias mais atribuladas da minha vida.
Queria tanto que o tempo passasse depressa e que tudo o que estou a viver não passasse de um sonho (ou melhor, de um pesadelo)!

Melhores dias virão, assim espero. Ou não fosse eu uma mulher otimista.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Preparativos para as férias

Antes de entrar propriamente em férias - férias a sério, como eu costumo dizer - ainda há muita coisa para fazer cá em casa.

  1. Contas para pagar (eu costumo agendar os pagamentos);
  2. Fazer revisão e inspeção aos carros cá de casa;
  3. Comunicar leitura EDP (eu faço isso todos os meses no dia 1);
  4. Encomendar os livros escolares;
  5. Limpar o frigorífico (assegurar que não fica nada a terminar o prazo);
  6. Lavar e cuidar de toda a roupa que estiver no cesto;
  7. Lavar tapetes e almofadas (deixar a secar, se for necessário);
  8. Despejar lixos;
  9. Fazer uma rega mais abundante do jardim;
  10. Pedir a quem possa ir regar o jardim na nossa ausência (eu tenho a sorte de ter os pais a morar perto);
  11. Assegurar a comida dos animais domésticos - cães, gato e coelho (mais uma vez, os meus pais são o meu suporte);
  12. Separar as roupas para levar para férias, inclusive toalhas de praia, chapéus de sol, óculos, chinelos, etc.;
  13. Guardar numa mala própria os cremes protetores e restantes produtos de higiene e beleza de toda a família;
  14. Fazer depilação e tratar das unhas;
  15. Escolher os livros para levar para férias;
  16. Fazer as compras de alguns produtos para levar (comida, por exemplo). Sim, porque nas minhas férias eu vou continuar a cozinhar (além de ficar mais económico, é muito mais saudável)
  17. Rever a agenda e verificar se tudo está resolvido.
  18. E ainda um imprevisto no sábado de manhã: IR AO SERVIÇO DE URGÊNCIA DO HOSPITAL. Esta não estava no programa!
Está quase tudo feito!!

É assim vão ser os meus próximos três dias e depois sim, espero partir para férias com a máxima tranquilidade, como eu gosto!