quarta-feira, 31 de julho de 2013

Momento zen

Telemóvel desligado. Luzes desligadas.
Ambiente fresco. Música relaxante.
Meia hora de puro sossego. Sem stress, sem ruídos, sem interrupções.
Este é o meu momento zen para dar início às minhas merecidas férias de verão deste ano.


Boas férias para todos os que visitam o meu blogue.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Férias para descansar

É isso que eu pretendo este ano.

Sim, eu sei que todos os anos dizemos isso e acabamos, muitas vezes, por regressar ainda mais cansados.
Particularmente este ano, preciso de férias, sobretudo, preciso de descansar.
Por isso, não pretendo levar umas férias muito agitadas, com inúmeras atividades, nem com muita confusão em casa.
As refeições irão ser o mais simples possível, com muitas saladas, grelhados e e afins, de forma a que toda a família colabore sem reclamar.
As caminhadas também serão regradas, pela hora mais fresca, e sempre a um passo menos acelerado.
Leituras, essas sim, serão o forte destas férias.
Ainda não fiz a seleção, mas tentarei levar livros de ficção, talvez romances, mas nada muito complicado.
Estão na calha também para me acompanharem nas férias,  livros relacionados com a minha área de trabalho, nomeadamente relacionados com relações humanas, trabalho em equipa, gestão do tempo e dos stress, organização,  etc.

Boas férias!

sábado, 27 de julho de 2013

Devagar... mas produtiva

Queridas leitoras:


Quando somos surpreendidas com algo que nos atrapalha a nossa rotina, parece que a vida deixa de fazer sentido, ou melhor, parece que deixamos de ter controle sobre a nossa vida, e tudo parece acontecer sem nos darmos conta.
De certa forma foi o que me aconteceu neste mês. Tinha imensos projetos, uma agenda organizada, uma to do list bem programada... e, infelizmente, não consegui cumprir a maioria dos objetivos.
É claro que isso me fez sentir muito mal, não só porque estava doente mas, principalmente, porque a minha rotina foi completamente alterada.
Hoje, estou a tentar entrar de novo na rotina, mas tenho de ir com calma, muita calma. Não quero perder tudo o que já recuperei.
Este dias em que estive mais doente, pensei muito. Pensei, por exemplo, que mais importante que ter uma casa a brilhar, é ter saúde e alegria.
Por isso, apesar de gostar de ter uma casa sempre limpa, não vou andar a correr a toda a hora.
Vou fazendo as coisas, devagar, sem stress, uma coisa de cada vez. Faço o que puder fazer, mas não vou esquecer de descansar, alimentar-me bem e BEBER ÁGUA (uma das principais causas da minha doença).
Devagar, mas produtiva.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Mãe babada!

É como me sinto hoje!
Mãe babada e muito orgulhosa da minha filha mais velha, pela sua prestação na defesa da Tese de Mestrado em Psicologia Clínica e por ter ultrapassado mais uma etapa da sua vida!
Foi brilhante!
Como é bom ver os filhos crescerem com sucesso!
É nestes momentos que nos damos conta de que estamos velhos e que, afinal, os nossos filhos já não são crianças!
Sabe tão bem...
Um beijinho, minha filha!! Obrigada!!!!!!!!!!!

sábado, 20 de julho de 2013

Sempre a mesma coisa!

Não consigo estar quieta e depois dá mau resultado.

Assim que me senti melhor, comecei a fazer asneiras. Tentei entrar na rotina, a começar a fazer as minhas coisas habituais e, claro, deu para o torto. 
Resultado: uma queda, umas nódoas negras no corpo e um grande arrependimento. Podia estar quieta, não?
Agora, depois de umas horas de repouso, na cama, quietinha, vamos ver se tomo juízo de uma vez. 


sexta-feira, 19 de julho de 2013

Voltar lentamente à rotina


Nem sempre é fácil, principalmente depois de uns dias sem ter podido fazer nada ou quase nada.
Ainda sem poder fazer grandes esforços, o momento agora é de organizar.
Estou a dar prioridade a essa parte, até porque existem algumas coisas que ainda não posso fazer e, portanto, estou dependente dos outros.
Mas como organizar é, na minha opinião, fundamental numa casa, vou dedicar estes últimos dias antes de férias para organizar tudo o que existe em casa, desde papéis, calçado, roupas, despensa, etc.
Depois das férias vou dedicar-me às limpezas mais aprofundadas, pois conto estar em melhor condição física.


quarta-feira, 17 de julho de 2013

Susto!

Queridas leitoras,


Como devem ter reparado, tenho andado um pouco ausente. Na verdade, o que se passou foi que, repentinamente, adoeci, fui hospitalizada, submetida uma intervenção cirúrgica de urgência, enfim, não tive nem tempo nem disposição para vir ao blogue.
Não me esqueci de vós, mas foram momentos na minha vida de muita aflição, desespero e muita preocupação.
Felizmente, a recuperação está a ir muito bem, sem complicações (penso eu!)
Sem querer comprometer-me a vir aqui todos os dias, gostaria de vos dizer que ideias não me faltam, ideias que um dia vou partilhar convosco.
Para já, queria apenas que soubessem que, depois deste momento de sofrimento na minha vida, passei a encarar cada dia de forma diferente. Os meus projetos já não são a longo prazo, nem mesmo a médio prazo. Hoje penso em cada dia, um dia de cada vez. Estou a tentar viver da melhor forma que consigo, dar o melhor de mim e também cuidar muito da minha saúde. É esse o meu ojetivo principal. É pena que, muitos de nós, só pensamos desta forma depois de apanharmos um valente susto, como eu.


quarta-feira, 10 de julho de 2013

Viver um dia de cada vez...

Eu sempre fui uma mulher muito sonhadora, com muitos projetos para o futuro e feliz com a vida.
Por vezes, a vida prega-nos algumas partidas e quando menos esperamos, muitos dos nossos sonhos são alterados ou ficam adiados.
Nunca estive tão convicta de que a vida é para ser vivida intensamente, com paixão, como amor, com prazer e de forma saudável.
De um dia para o outro podemos deixar de viver, de ter alegria, de ter saúde... ou passar a caminhar para médicos, hospitais, sem ter tempo nem disposição para nada.
Eu passei a viver um dia de cada vez.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Objetivos para o mês de julho

Cá estamos nós para mais um mês: julho!


Os objetivos para este mês são poucos mas muito importantes para mim.

  1. Comemorar os 25 anos de casamento de forma única,  com troca de alianças, se possível numa ilha! (Não se trata bem de um objetivo, mas de um sonho);
  2. Fazer uma doação de roupa e outros objetos para a Loja Social;
  3. Concluir todas os assuntos pendentes (que dependem de mim, claro!);
  4. Retirar alguma tralha do sótão e torná-lo mais espaçoso e alegre;
  5. Escolher livros para ler nas férias de agosto;
  6. SER FELIZ!