terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Momentos de reflexão

Fim de mais um ano.

Reveillon e mesa farta para algumas pessoas. Alegria. Festa. Este é um mundo.

Mas existe outro mundo. O das pessoas que não têm dinheiro, que não têm emprego, que não têm saúde... Infelizmente este é um mundo que tem crescido a olhos vistos nos últimos anos.

São muitas as pessoas que choram nestes dias, que ficam deprimidas, tristes e muito revoltadas com a vida. Também são muitas as pessoas que se sentem sozinhas nestes dias.
Quem sempre viveu de forma humilde, com pouco dinheiro mas com uma família sempre unida, não sente tanto a solidão nem as dificuldades de hoje. A mesa pode não ser farta nestes dias de festa, pode até não ter o cabrito, nem o leitão, nem os doces da tradição, mas se a família estiver toda reunida, qual é o pai ou a mãe que não se sente feliz?

Mas existem pessoas que, não tendo nada para pôr na mesa neste dias, também não têm o carinho e o afeto da família mais querida, os filhos. E sofrem, sofrem muito.
É neste tipo de pessoas que penso sobretudo nestes dias, principalmente porque conheço pessoalmente casos destes. São pessoas que nem um telefonema recebem dos filhos porque estes estão demasiado ocupados com as festas em casa de amigos, ou porque foram para um hotel festejar a passagem do ano. 
Que mundo é este em que vivemos? o do desapego da família, o do materialismo, o da ostentação, do luxo?
E os valores, não interessam? Que exemplos transmitem estas pessoas aos filhos?
Termino a minha reflexão com um provérbio popular: "Filho és, pai serás, assim como fizeres, assim acharás".

Que 2014 seja um ano melhor!

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

2014 está quase aí, vamos aproveitá-lo?

Chegamos ao fim de mais um ano.
É nesta altura que muitas pessoas fazem um balanço sobre o ano que passou e definem os objetivos para o ano que se segue.
Não é raro ouvir as pessoas comentarem que gostariam de fazer isto ou aquilo mas que, por falta de tempo, não pensam sequer nisso. Fica para um dia... Esse dia pode não chegar! 
É por isso que eu acho que devemos aproveitar a vida, de forma consciente mas com muito amor...
Outras há que vivem de forma inquieta, com problemas mal resolvidos, de costas voltadas com a família. Para quê? Porquê?
Quem não teve a oportunidade ainda de ler, não posso deixar de recomendar a leitura deste artigo de opinião do Diário de Notícias - Pequenos pensamentos para 2014, da responsabilidade de um grande amigo. Todo o artigo é comovente e leva-nos a refletir muito sobre o modo de atingirmos a felicidade.
Quero aproveitar este espaço para lhe agradecer o facto de ele ter pegado nas minhas simples ideias, que publiquei no blogue há poucos meses, no post "12 regras para a vida - Seja Feliz!" e lhe ter dado tão grande projeção. Fiquei muito feliz com o seu gesto. 
Termino com as suas palavras: «Quem quiser uma vida sensata e feliz tem de ir por aqui: dedicar todos os dias algum tempo à meditação, para ir ao encontro do essencial, do mais fundo, que é também o mais perto porque mora dentro de cada um de nós, para ouvir a Palavra primeira, que fala no silêncio e diz a sabedoria do viver na sabedoria e que leva a cuidar do mais importante e melhor e a pensar e a julgar, a dar remédio e a curar».

Obrigada!

sábado, 28 de dezembro de 2013

Fim-de-semana!

Gosto muito do fim-de-semana, não é novidade para ninguém.
Mas particularmente este fim-de-semana irá ser um pouco diferente. 
Vai ser para visitar a família de mais longe, levar os presentes de Natal, que o mesmo é dizer, viver o Natal outra vez.
Será certamente um jantar em família, com entes queridos que vemos poucas vezes (pelo facto de viverem longe).
Serão dois passados a correr, mas que terão um sabor especial.
Só peço que tudo corra bem na viagem e o que tempo permita passear pelas terras alentejanas e usufruir das bonitas paisagens.
Bom fim-de-semana!


sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Comece o ano a poupar - 12 conselhos

Vamos ter um ano 2014 ainda mais difícil e, como tal, para que não tenhamos surpresas e para que vivamos ainda melhor, o ideal é começar o ano a poupar.
Já referi em outros posts algumas dicas de poupança mas nunca é de mais lembrar. Com ou sem mealheiro, o importante é poupar.

Eis alguns conselhos:

  1. No dia em que recebe o seu vencimento mensal, levante 10% ou 5% desse montante e coloque de parte (pode ser num mealheiro ou noutra conta onde não mexa com frequência);
  2. Antes de ir às compras faça sempre uma lista. Não compre nada só porque está com desconto. Isso é uma ilusão e acaba por fazer com que gaste mais dinheiro;
  3. Programe as refeições com antecedência, de forma a evitar comprar comida no «pronto-a-comer». Esta, além de ficar mais cara, é menos saudável;
  4. Aproveite as promoções para comprar os produtos de uso corrente. Esteja sempre atenta aos cupões de desconto;
  5. Use e abuse de bibliotecas para ler o seu livro favorito, em vez de comprar.
  6. Não deixe de ir passear, mas opte por passeios no campo, longe de centros comerciais e de outros atrativos ao consumo.
  7. Veja cinema em casa;
  8. Fuja da tentação de comprar alguma coisa quando se sente deprimida. Acaba por comprar sempre alguma coisa que não vai usar depois;
  9. Resista ao consumismo. Compre apenas aquilo que precisa e não aquilo que está na moda;
  10. Se tiver possibilidade, arranje um 2º emprego, em part-time, para ajudar nas despesas. Todo o dinheiro que entrar é bem vindo!
  11. Seja organizado/a em tudo na vida;
  12. Sonhe com um mundo melhor mas sempre com os pés assentes na terra.

BOAS POUPANÇAS!


quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

2014 = Organização e Tranquilidade

Pegando neste post da Rita Domingues, que muito apreciei e cuja ideia partilho em absoluto, não poderei deixar de acrescentar duas palavras de ordem para o ano de 2014. Uma depende da outra.

Organização e Tranquilidade.

Se houver Organização em casa, no trabalho, no dia-a-dia, nas coisas mais importantes da vida, nas despesas, na alimentação, no lazer e na família haverá com toda a certeza Tranquilidade.

É isso que pretendo manter, se possível melhorar, em 2014.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Dia especial

Além de ser a véspera de Natal,  hoje é um dia muito especial para mim. Faz 23 anos que fui mãe pela primeira vez.
Obrigada filha por me fazeres tão feliz. Parabéns neste dia do teu aniversário.
A festa é sempre a dobrar e prolongada.
Este ano particularmente temos mais razões para continuarmos a festa aqui em casa.
Temos chuva, temos vento e temos frio. Condições mais do que propícias a um excelente programa passado em família.
A lareira está acesa desde bem cedo. A mesa está enfeitada com os doces tradicionais, os licores e o vinho do Porto.
A família estará reunida até bem tarde e, portanto, a conversa está para durar.
Ir para a rua neste dia, com estas condições? Não, nem pensar!
Haja lenha para arder e boa disposição para animar. Não há frio na minha sala.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

100.000 visitas!!

Quero agradecer a todos quantos visitaram o meu blogue e contribuíram para atingir este número em pouco mais de dois anos.

OBRIGADA!

domingo, 22 de dezembro de 2013

Dia de passeio, no Natal!

Hoje foi dia de passeio.
Longe da confusão, dos hipermercados e dos centros comerciais.
Perto do mar, muito perto mesmo!
Foi um passeio a dois, há muito esperado mas que, por falta de tempo, tem vindo a ser adiado. Hoje foi o dia!
Estes momentos são muito importantes. Para mim, o Natal também é isto.
Estes momentos trazem amor, serenidade, numa palavra, FELICIDADE.
FELIZ NATAL!

sábado, 21 de dezembro de 2013

Natal sem stress

Estamos a poucos dias do Natal e nem por isso se sente cá em casa qualquer agitação fora do normal.
As compras estão feitas, a casa está arrumada e decorada a condizer com o Natal, as refeições dos próximos dias estão programadas e eu, uma vez mais, consegui programar umas férias (em casa, claro) para estes últimos dias do ano.
Não gosto muito de fazer planos, mas antes do final do ano ainda tenciono dar um passeio pela beira-mar, em boa companhia. Já está previsto, com dia e tudo!
Sem stress é como pretendo passar o Natal e chegar ao fim deste ano de 2013 que, no meu caso particular, foi dos piores dos últimos tempos e, por isso, pretendo esquecer.

Que 2014 seja diferente, com muita saúde e muita paz para todos.




quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

O que mais gosto no Natal

Não, não são os presentes...
O que me enfeitiça mesmo no Natal é o ambiente que se vive neste período. Um ambiente de paz, de tranquilidade, de bondade, de solidariedade, de amor.
Adoro passear pela baixa da cidade e andar tranquilamente ao som das músicas natalícias. 
Não sinto necessidade de comprar absolutamente nada. Apenas sentir o ambiente é o que mais gosto.
Adoro decorar a minha casa neste mês de forma diferente. Com velas, presépios, sinos, coroas, pinheirinhos e outros enfeites.
Adoro os doces de Natal, principalmente quando são feitos em família. Não faltará na mesa de Natal o bacalhau com as couves, os sonhos, as rabanadas, o bolo-rei, as passas, as nozes e outras sobremesas, mas tudo será feito em casa e sem pressas.
Adoro ficar em casa no Natal, com a lareira acesa e a família toda reunida.
Não corro para fazer as compras de última hora, até porque não pretendo fazer grandes compras.
É isto que eu gosto no Natal: a tranquilidade.


terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Errar, aprender e crescer...

Erros sempre existiram e sempre existirão. O importante é irmos corrigindo-os sempre que os notarmos.

Boa semana!


sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Viver de forma calma

Muitas pessoas hoje se queixam de viver uma vida a correr, em stress, sem tempo para nada, aflitas por isto e por aquilo. Contudo, há que explicar que stress nem sempre é negativo. Podemos ter milhentas coisas para fazer num determinado tempo, mas nem por isso devemos perder o controle de tudo e perder a calma.
Como faço?
Bem, eu listo tudo o que tenho para fazer num só dia, acrescento até alguns imprevistos e depois, ao longo do dia, vou aproveitando cada minuto para fazer tudo de forma calma, sem andar a correr.
Se eu tenho um dia para usar, significa que tenho 24 horas, isto é 1440 minutos! É muito tempo! Há tarefas que nós fazemos em 5 minutos e até menos. Basta que tenhamos a noção do tempo que gastamos com cada uma delas para podermos fazer uma boa gestão do tempo.
Num só dia podemos despachar imensas coisas e, mesmo assim, manter a calma. Se os atrasos de alguma coisa não dependerem de nós, então não nos devemos culpar por isso. Para quê stressar?
Conselhos que deixo hoje:

  1. Ser organizado;
  2. Aproveitar bem o tempo;
  3. Fazer pausas ao longo do dia;
  4. Não deixar para amanhã o que pode fazer hoje;
  5. Programar, dentro do possível, o dia de amanhã;
  6. Dar prioridade à família, pois é ela que nos dá energia para lutar todos os dias. 

Feliz sexta-feira!


quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O meu cantinho

Há muito tempo que aspiro por um cantinho só para mim, na minha casa, onde eu possa guardar e ter sempre acessível tudo o que diga respeito aos meus hobbies. Estou a referir-me, em particular, a um cantinho para as coisas do tricô, do crochê e dos bordados. 
Até agora, ainda não consegui reunir num só espaço todos esses objetos (agulhas, restos de lã, tecidos, telas, linhas, botões, revistas, etc.), o que dificulta muito na hora de procurar alguma coisa.
Por isso, um dos meus objetivos para este mês é criar no meu sótão (o meu espaço preferido), um espaço só para isso, a que eu vou chamar de "O meu cantinho".

Depois da obra pronta, prometo publicar as fotos.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Nova semana, novas ideias!

Começo a semana por vos desejar tudo de bom nestes dias gélidos de inverno.
Apesar do frio, aproveitem cada dia da melhor maneira possível. Nem que seja a refletir. No presente, no futuro, enfim, na vida que temos e na que gostaríamos de ter.
Foi numa dessas reflexões de fim-de-semana que me surgiram novas ideias, algumas fáceis de concretizar, outras nem por isso. Algumas envolvem a família, outras, pelo contrário, dependem unicamente de mim.
Por isso, como hoje é segunda-feira, proponho-me começar a pôr em prática algumas dessas ideias.
Ainda é cedo para as revelar a todos, mas, a seu tempo, partilharei essas minhas ideias, esses meus projetos...
Uma feliz semana para todos!

domingo, 8 de dezembro de 2013

Sol de inverno

Maravilhoso!

Como é bom acordar, abrir a janela e ter o sol a entrar com toda a força pelo quarto.
Está muito frio, é uma verdade, mas o sol de inverno aquece qualquer coração mais apertadinho.

Não concordam?

sábado, 7 de dezembro de 2013

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Levantar cedo, compensa!

Sempre defendi que o esforço de acordar cedo traz benefícios para a nossa vida, a vários níveis:

Saúde e Bem-Estar: Levantar 30 minutos mais cedo pode contribuir para a boa disposição, evita o stress das manhãs aceleradas; permite-lhe tomar um bom pequeno-almoço tranquilo;

Organização e Gestão do tempo: Nestes 30 minutos pode rever a sua agenda, fazer lista de compras, agendar pagamentos (água, luz, etc), recordar os compromissos da família para esse dia enquanto tomam o pequeno-almoço juntos, fazer as camas, despejar o lixo e muitas outras coisas;

Cultural e Social: Enquanto faz algumas das tarefas enunciadas, pode ouvir música, ver as notícias na TV;

Lazer: Pode também aproveitar este tempo para ler um  bocadinho do seu livro preferido, um capítulo por exemplo, caso ande a ler algum.

Feliz sexta-feira!

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Produção do Tricô de vento em popa

A produção de tricô segue de vento em popa! Não há mãos a medir. 

Surgem ideias originais todos os dias e agora, com o Natal à porta, não faltarão miminhos em tricô para toda a família e amigos.
São noitadas bem agradáveis e, apesar de me deitar um pouco mais tarde que o habitual, não sinto o cansaço. Lá diz o velho ditado "Quem corre por gosto, não cansa" e é bem verdade!

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Como ser fiel a si próprio?

Este tema que pretendo abordar tem muito a ver com a forma como vejo a sociedade de hoje.
Infelizmente veem-se cada vez mais pessoas cheias de dívidas devido à "crise". E algumas até se lamentam, mas agem como se nada tivesse mudado. Continuam a ir a lojas caríssimas (porque a fulana de tal vai, ou porque a amiga a influenciou e ela, para não parecer mal, também vai). Seja em que situação for, nós devemos ser fieis a nós próprios e nunca nos devemos deixar influenciar. Também devemos ser humildes, reconhecendo que há pessoas melhores que nós em alguns aspetos.

Assim sendo, como deve agir para ser fiel a si próprio?
  1. Mantenha-se firme nas suas decisões. Não se deixe influenciar pelos palpites dos outros na hora de tomar uma decisão.
  2. Reconheça o mérito das outras pessoas. Não, nós não somos os melhores do mundo. Devemos reconhecer que, em alguns aspetos, existem pessoas com maior competência e, portanto, devemos admitir que essas pessoas merecem um crédito e um respeito e mérito nosso.
  3. Seja honesto e verdadeiro, mostrando-se como realmente é. Não viva de aparências, muito menos para conseguir manter certas relações sociais. Não crie disfarces. Seja você mesmo. Encare a realidade e seja adulto nas suas reações aos desafios da vida.