sexta-feira, 31 de maio de 2013

Recomeçar - Motivação!

Todos nós temos altos e baixos na nossa vida, uns momentos em que estamos mais motivados outros nem por isso.Se acha que desta vez caiu mesmo, e se sente sem forças para recomeçar, aconselho-a ver este vídeo. Veja como a vida vale a pena. Basta olharmos para ela com outros olhos. Vale a pena recomeçar tudo de novo e ser feliz!

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Simplificar a vida

Para podermos alcançar a tão desejada felicidade devemos simplificar a vida ao máximo.
Como é isso possível, num mundo tão complicado em que vivemos hoje?
Em primeiro lugar, devemos conhecer as nossas reais necessidades e distingui-las das que nos são indicadas por outras pessoas ou pela sociedade.
Só a partir dessa análise podemos saber o que é realmente importante para nós e porquê. Só depois disso podemos canalizar a nossa energia sem sofrer nenhum tipo de stress, angústia e/ou ansiedade.
Quando eu sei o que quero, não corro atrás do que o vizinho tem. Apoio-me na minha força interior, tenho autoconfiança e entrego-me completamente ao que estou a fazer naquele momento. O resultado só pode ser a satisfação pessoal.
Também temos de ser otimistas, acreditar em nós e naquilo que nós queremos e somos capazes. Otimismo gera boa disposição, um sorriso permanente e fé no futuro.
Outra dica para alcançar essa felicidade através da simplicidade, é não ter pressa, é dar tempo ao tempo. Toda a semente para dar frutos tem de germinar, tem de amadurecer e isso leva tempo. Calma, portanto.
Simplificar a vida é viver  no "aqui e agora", atento ao momento presente, é libertar-se das preocupações dos problemas e trabalhar com o objetivo de os resolver a seu favor.
Simplificar a vida é desenvolver a paz interior e o discernimento, através do conhecimento de si próprio, para que as nossas escolhas no dia-a-dia tenham como objetivo principal tornar-nos pessoas plenas e realizadas.
Para quê complicar a vida? Não vale a pena.


Sugiro a leitura do seguinte livro:



terça-feira, 28 de maio de 2013

Adoro o sol e o verão!

Estou cansada deste tempo frio, ventoso, húmido.
Fiquei triste depois de ler as notícias esta manhã sobre a meteorologia.
Não consigo imaginar um verão sem calor... sem praia...
Espero que os meteorologistas estejam enganados e seja apenas um boato.
Se não vier o tão desejado calor, vai ser deprimente para mim, que adoro o tempo quente, a praia, a vida ao ar livre.

Por onde andas? Vem depressa, estou a morrer de saudade!

Os filhos - a nossa maior riqueza

Um filho é das maiores riquezas que um casal pode ter. Se for dois, então nem se fala.
Os filhos nos completam como mulheres, como mães, como educadoras. O mesmo se aplica, ou devia aplicar, aos pais. Na maioria dos casos, assim é.

Há dias, um amigo meu, que tinha sido pai muito recentemente, deliciado com a sua nova condição, sai-se com o seguinte:

«Desculpem ser lamechas, mas essa coisa de pegar no nosso filho pela primeira vez e dar-lhe o seu primeiro banho... apetece-me dizer, que se lixe o euromilhões! Sou o Homem mais rico do mundo!»

Fiquei comovida com esta explosão de felicidade. É contagiante! Como o compreendo!

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Mais devagar é melhor

A maioria das pessoas passa o dia em "modo acelerado". Correm entre tarefas, reuniões e compromissos diários até ao fim do dia, quando caiem, exaustas, no sofá.
Em vez dessa correria diária, devemos simplificar a nossa vida, tentando fazer menos coisas e de forma mais lenta. Comer mais devagar, conduzir mais devagar, tomar banho mais devagar, trabalhar mais devagar. Falar mais devagar. 
Devemos, sim, viver intensamente cada momento presente.

Claro que ninguém consegue mudar de um dia para o outro, mas pode começar a praticar agora, ou não?

Desistir? Nunca!

Quantas pessoas conhece que começaram inúmeras coisas e no meio do percurso desistiram? Muitas, certamente. Talvez até já tenha acontecido consigo. Comigo, sim, claro. 
Atrevo-me a dizer que todos nós já fomos um pouco assim. 
Por que será que isso acontece?
- Falta de motivação?
- Medo?
- Preguiça?
- Vários projetos ao mesmo tempo?
- Falta de perspetivas?
- Insegurança?
- Falta de dinheiro?
- Doença?

Bem, os motivos podem ser muitos, mas o que é certo é que, para um projeto poder ser levado até ao fim, é necessário, antes de mais, acreditarmos nele.

Nunca iremos conseguir levar um projeto pela frente se o iniciámos por influência de terceiros, ou de forma precipitada e irrefletida.
Temos de nos centrar no nosso objetivo e não desistir. Começar vários projetos ao mesmo tempo também não ajuda nada.

Vamos agora exemplificar com casos concretos:
  1. A "Maria" inscreveu-se num curso de línguas, em horário pós-laboral, porque, enfim, havia uma promoção no preço inicial e o curso até dava jeito. Apressou-se a inscrever-se (o prazo terminava naquele dia), sem analisar bem os horários de funcionamento do curso e as implicações que iria ter na sua rotina diária. Mesmo assim, na primeiras aulas lá foi toda entusiasmada.  Mas o cansaço e as alterações na sua rotina foram de tal ordem que, ao fim de algum tempo, deixou de ir a algumas aulas, em determinados dias mais complicados da sua vida pessoal. Obviamente que, para que um curso dê certo, sobretudo um curso de línguas, a assiduidade é muito importante. Neste caso, o que falhou? Foi a falta de uma análise prévia dos prós e dos contras de fazer um curso em horário pós-laboral.
  2. A "Isabel" inscreveu-se no ginásio cheia de vontade, pagou logo a anuidade e depois, por pura preguiça, não frequentou nem metade das aulas.
  3. A "Cristina" começou uma dieta "fantástica", "milagrosa", mas esqueceu-se de que, com algumas restrições a que esta a obrigava, não iria conseguir levá-la até ao fim, porque adora comer. 

Conselhos: 
  • Se precisa de iniciar uma dieta, estude muito bem todos os prós e os contras, todos os hábitos alimentares que vai ter de alterar, foque-se nesse objetivo e não desista ao primeiro sinal de fome. Seja persistente! 
  • Inicie um projeto apenas quando tiver a certeza de que vai conseguir levá-lo até ao fim sem sobressaltos.

DESISTIR? NUNCA!


Nota: Os nomes das pessoas referidas são fictícios.



domingo, 26 de maio de 2013

Regresso ao trabalho

Exatamente! Regresso ao trabalho.

O fim de semana foi bom, deu para descansar, mas chegou ao fim. 

Agora é hora de retomar ao trabalho. Espera-nos uma semana muito intensa.

Por isso, para que a semana não seja atrapalhada pela falta de organização, vou planificar tudo o que tenho de fazer.
  • Planear as refeições da semana (almoços para levar para o trabalho, jantares para toda a família e, ainda, alguns almoços que fazemos em casa);
  • Separar a roupa para vestir todos os dias;
  • Pôr as máquinas a lavar (roupa e loiça);
  • Fazer pão na MFP; 
  • Rever a agenda para recordar a data de certos compromissos mais importantes: reuniões e/ou eventos de trabalho, testes/seminários/exames/viagens das filhas, jantar especial, concerto, consultas, etc.

 Estou certa de que, com esta planificação, será mais fácil cumprir todas as tarefas e continuar com energia.

Desejo a todas as minhas leitoras, uma excelente semana!

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Sexta-feira.. que bom!

Pois é, chegou a minha tão esperada sexta-feira.
Dia de resolver todas as pendências, no trabalho e em casa.
Dia de fazer planos para o fim de semana (este vai ser à beira-mar, finalmente!).

Esta sexta-feira, para alegria minha, começou com um bonito sol a entrar pela janela do quarto, bem como eu gosto! As temperaturas também já me alegram um pouco mais.

Desejo a todas as minhas leitoras um sexta-feira cheia de sucesso!

Como vou estar fora no fim de semana, talvez sem computador, é natural que só regresse ao mundo internauta na segunda-feira.

Aproveito para vos desejar um feliz fim de semana!

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Hora de ir às compras

Na tentativa de poupar tempo e dinheiro, tenho procurado ser o mais organizada possível quer na hora de ir às compras quer na lista que faço todas as semanas. 

Por isso, já fiz várias experiências. Já fui uma vez por mês, de quinze em quinze dias e até quando dava mais jeito.

Ultimamente tenho feito compras todas as semanas e vejo algumas vantagens.

Resolvi ir todas as semanas, e de preferência durante a semana,  por várias razões:

1. Como faço as compras no Minipreço, acabo por receber mais talões indo todas as semanas;
2. Não demoro muito tempo porque nunca encho o carro;
3. Desta forma tenho sempre legumes e frutas fresquinhas;
4. Nunca deixo esgotar o stock da despesa;
5. Ando sempre mais atenta às promoções de determinados produtos de que gosto e aproveito para comprar mais quantidade nesses dias;
6. Acabo por não gastar mais dinheiro do que se fizesse compras uma vez por mês, uma vez que tento não gastar mais do que o equivalente a uma semana. Assim, se eu gastava 250 euros por mês eu tento não ultrapassar os 50 ou 60 euros por semana.
7. Indo durante a semana, fico com mais tempo livre ao fim de semana para limpar a casa e outras atividades.


E você, a que horas prefere ir às compras?

quarta-feira, 22 de maio de 2013

O que me faz feliz

Há imensas coisas que me fazem feliz, curiosamente são poucas as que se relacionam com dinheiro.
O que me faz feliz:

1. Tomar o pequeno-almoço todos os dias, em casa,  calmamente e em família;
2. Chegar ao fim do mês com dinheiro, sinal de que fiz uma boa gestão;
3. Ouvir música;
4. Chegar a casa e sentir a alegria dos nossos cães e do gato por nos ver chegar;
5. Ter uma casa, modesta, mas minha;
6. Poder estar todos os dias com os meus pais pelo menos quinze minutos;
7. Chegar ao trabalho e dar os bons dias aos colegas e outros funcionários;
8. Os passeios a pé com o meu marido, principalmente ao fim de semana;
9. Saber que as minhas filhas têm sucesso nos estudos e se sentem felizes;
10. Ouvir elogios (quem não gosta?);
11. Sentir que sou amada;
12. Ser útil aos outros; ajudar os outros;
13. Estar de férias...na praia...a ver o pôr do sol.
14. E muito mais... tudo coisas simples!

terça-feira, 21 de maio de 2013

Curso concluído.. e depois?

Antigamente, quem tinha a sorte de ter um curso superior tinha um emprego garantido.
Como os tempos mudaram...
Hoje, a grande maioria tem um curso superior, por vezes dois e até mais, e emprego, nada!
Saem da Universidade com o "canudo" é uma verdade, mas muitos acabam em casa a ajudar os pais, a fazer aquilo que já faziam antes de irem para a Universidade.

É triste, é frustrante. Andar uma vida inteira a estudar e não conseguir pôr em prática os conhecimentos que adquiriu, nem viver o sonho pelo qual tanto lutou.
Muitos acabam no estrangeiro, alguns a trabalhar numa área que nada tem a ver com a que estudaram. Mas, enquanto não aparece melhor, têm pelo menos um trabalho remunerado.

A situação é dramática para todos, mas para estes jovens que acabam a formatura, licenciatura ou mestrado, o futuro também não é muito risonho.
Se é preocupante para o jovem formado, imaginam como se sentem os pais destes jovens. Pagaram milhares de euros em propinas, investiram o que tinham e o que não tinham na formação dos filhos e, passados cinco anos, recebem os filhos de volta a casa, sem trabalho e sem esperança no futuro.

Como mãe, estou muito preocupada. Também eu tenho uma filha no último ano de um curso superior e não sei como vai ser o futuro. Nós queremos acreditar que haverá sempre uma possibilidade mas... e se não houver? e se os anos forem passando sem surgir uma oportunidade de trabalho?
Como nos vamos sentir?
Há milhares de licenciados no desemprego...

Sou uma pessoa otimista, mas, por vezes, também tenho os meus momentos vacilantes...




Dinheiro, é preciso?

Sim, é preciso. Sem ele, infelizmente não podemos ter algumas coisas na vida.
Para comer, para vestir, para viajar, para ter uma casa, e para uma enorme quantidade de bens essenciais, é necessário ter dinheiro.
Mas existem muitas outras coisas que podemos obter sem dinheiro, muitas delas que as pessoas ricas não possuem. Sabem o que é? Amor, compreensão, humildade, solidariedade.
As pessoas que não têm dinheiro dão muito mais valor às poucas coisas que têm, enquanto que as pessoas ricas são muito desapegadas das coisas e até das pessoas.
Vou contar uma pequena história sobre duas meninas que um dia foram passear com a avó. As meninas eram primas. Os pais de uma eram pessoas com muito dinheiro, passavam a vida a viajar pelo estrangeiro e só usavam roupa de marca; os pais da outra estavam desempregados, apenas a mãe fazia limpezas em casa de uma senhora. 
Num belo dia, a avó das meninas foi a uma excursão e levou as duas netas. Levou o farnel para comerem pelo caminho e lá foram no autocarro, juntamente com mais pessoas.
Ainda não tinham saído há dez minutos de casa, já a menina rica estava a chatear a avó. A menina pobre, pelo contrário, ia tão feliz por sair de  casa que passou a viagem toda a cantar e a brincar com um boneca de trapos que tinha desde bébé e que levava consigo.
Ao chegar ao destino, saíram do autocarro e a menina rica não queria levar nada nas mãos, enquanto a menina pobre corria a ajudar a avó com os sacos. Queria levar tudo, para a avó não se cansar.
A certa altura a avó já estava farta de ouvir a neta rica a choramingar e a reclamar por tudo e por nada e desabafou: «É muito bom ser pobre! O pobre contenta-se com tudo! Já o rico, nada o satisfaz! De que vale  tanto dinheiro, se não conseguem ser felizes?»

Concordo inteiramente com esta avó. Vemos pessoas que gastam rios de dinheiro em viagens, em luxo, mas esquecem-se que existe um bem precioso que podem adquirir sem dinheiro e que as fará muito mais felizes: o amor. O amor pelos outros, por si, pelas coisas que têm. 
Sem amor, não há felicidade!


segunda-feira, 20 de maio de 2013

Desabafo tão sentido...da Mãe

Ontem tivemos mais um almoço de família.

Como habitualmente, convido os meus pais para virem almoçar connosco ao domingo.
Fiz o almoço com todo o carinho, as  minhas filhas puseram a mesa e ajeitaram a casa para que não tivessem de ouvir alguma reprimenda (no bom sentido) da avó. 
Havia música ambiente e algum entusiasmo pela hora da refeição. Os avós vinham almoçar connosco! Até parecia que era a primeira vez! É sempre assim, aos domingos...

A avó chegou, e para surpresa de todos, trouxe um miminho: arroz-doce. A nossa sobremesa favorita!
A refeição teve início e decorreu dentro da normalidade, com a animação do costume.
Já no fim, foram servidos os cafés pela filha mais velha, com todos os pormenores. Havia amor em todos os seus gestos.
Ficámos à mesa mais uns instantes a conversar e a saborear aquele momento tão agradável, que é estar em família.
De repente, a minha mãe, depois de olhar em silêncio para cada gesto de todos nós, disse:
«Estou tão feliz! Tenho uma família linda! Estou orgulhosa de mim! Eu fiz nascer esta família!»
Foi tão intenso e profundo este desabafo! Como eu compreendo a minha mãe!
Este é o verdadeiro ciclo da vida, de uma vida bem construída. 
Este é o sonho de qualquer mãe: conseguir ver o seu rebento crescer saudável e dar frutos com a mesma qualidade ou de qualidade superior!

Adoro a minha mãe!

Início de semana

Minha querida leitora,

Apenas passei para desejar uma excelente semana de trabalho, com muita saúde, amor e boa disposição.
Ah, não se esqueça: Seja feliz!

domingo, 19 de maio de 2013

Cinema em casa

E assim se passou mais uma tarde de domingo em família.

Dois filmes escolhidos pelas minhas filhas (Recordam-se do pedido que fiz aqui? Elas cumpriram).

Cinema em casa, com direito a pipocas! 
Valeu a pena!


E os filmes foram:


sábado, 18 de maio de 2013

Pensamentos...



Este é sobre a mentira, mas é bem verdadeiro!


Sejam verdadeiros! A verdade vence sempre!

Bom fim de semana!

Listas de tarefas

Eu sou uma adepta de listas. Faço listas para tudo. Em casa e no trabalho.
Mesmo ao fim de semana, gosto de fazer as minhas coisas em casa com base numa lista de tarefas.
Sei sempre o que já fiz e o que ainda me falta fazer e não corro o risco de me esquecer de algo importante.
Normalmente a lista é feita logo de manhã, a seguir ao pequeno-almoço.
As filhas ajudam, claro.
Até elas já estão habituadas às listas. Afinal sempre vale a pena insistir. 
O exemplo dos pais é fundamental na educação dos filhos.
Desejo-vos um excelente fim de semana!

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Alegre-se, afinal hoje é Sexta-feira!!

Está a chover, sim, é verdade.
Está frio, também é verdade.

Mas é sexta-feira, vamos lá animar!

Eu adoro este dia,  mesmo que esteja a chover.

Planos para o fim de semana? Poucos, mas bons. Adequados ao tempo e à crise: Cinema em casa!
Umas pipocas, uns bolinhos e, quem sabe, umas bebidas para acompanhar.

Acima de tudo, espera-se que haja boa disposição lá em casa.

P.S (Filhas, escolham os filmes!!!)


quinta-feira, 16 de maio de 2013

Levantar cedo: vantagens

Para quem trabalha fora, tem filhos, não tem empregada doméstica, a vida não é nada fácil. Eu que o diga!
Por isso, para que o dia comece da melhor maneira, sem stress e seja produtivo, o melhor a fazer é levantar-se cedo. Melhor ainda, ser a primeira a levantar-se.
Há muitas coisas que podemos fazer de manhã cedo antes da agitação começar, sobretudo se há crianças em casa (já não é o meu caso, pois as minhas filhas são crescidinhas).
Levanto-me às 6h30, ligo a música e o meu dia começa logo com boa disposição.
Tenho pela frente 1h30, antes de sair de casa, para adiantar as minhas tarefas domésticas: estendo roupa da máquina, guardo a loiça que ficou a lavar de noite, dou comida ao gatinho, guardo alguma roupa que ficou passada de véspera, preparo o pequeno-almoço e o almoço para levar para o trabalho, faço a higiene pessoal, arrumo o quarto, dou um jeito na casa de banho depois da família fazer a higiene, guardo algumas roupas no armários, outras no cesto da roupa suja e, por fim, tomamos o pequeno-almoço todos juntos. Saímos de casa às 8h.
Já pensaram como seria se eu não me levantasse tão cedo? O caos. Eu não fazia as coisas e ninguém fazia porque não havia tempo. À tarde, quando regressássemos, a casa estava desarrumada e tinha de me agarrar ao trabalho, às coisas que ficaram por fazer. Desvantagens: Não podia fazer aquilo de que tanto gosto: Ler, caminhar, jardinar, estar com a família!
Por isso, adoro quando me levanto cedo, adianto tudo e chego a casa e encontro tudo arrumadinho, como eu deixei. Dá-me paz, tranquilidade e uma grande harmonia no lar.

Se é fácil levantar assim tão cedo? Já me custou mais. Agora fico chateada comigo mesma é quando não me levanto porque o despertador não tocou. Adoro sair de casa já com tudo arrumado.

Esta foi uma das mudanças na minha rotina que mais gozo me deu implantar. 

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Andar a pé...

...traz muitos benefícios para a saúde física e mental.
Eis alguns:
  • Combate a insónia e a depressão;
  • Se for acompanhada, proporciona contacto social e motivação para a continuação da prática de exercício;
  • É económico;
  • É bom para o coração;
  • É bom para os pulmões;
  • É bom para fortalecer os músculos e, sobretudo, é bom para o seu bem-estar;
  • Reduz o risco de doenças coronárias e ataque cardíaco;
  • Baixa a pressão sanguínea (tensão arterial);
  • Baixa o colesterol;
  • Reduz a gordura corporal e ajuda a controlar o peso;
  • Diminui o risco de cancro do cólon;
  • Reduz o risco de diabetes tipo II;
  • Melhora a saúde dos ossos e articulações, ajudando a combater a osteoporose e a osteoartrite;
  • Aumenta a força, a flexibilidade e a coordenação, reduzindo o risco de quedas;
  • Melhora o bem-estar e a qualidade de vida;
  • Caminhar é fácil;
  • É uma atividade gratuita e adapta-se a qualquer estilo de vida e orçamento;
  • Está provado que caminhar melhora auto-estima, alivia sintomas de depressão e ansiedade e melhora o humor.

Convencida? Então, vamos lá caminhar!!!



terça-feira, 14 de maio de 2013

Beleza natural

Aos domingos, eu e o meu marido, costumamos ir fazer um passeio a pé, pelo campo, pelo monte ou pela praia. 

Neste domingo não foi exceção. O destino foi o monte.

Adoro o cheiro a pinheiros e a eucaliptos. E principalmente adoro admirar a beleza natural da vegetação.

Nos sítios menos esperados, encontramos flores magníficas, de várias espécies e de cores muito diferentes: verdes, amarelas, roxas, azuis, cor de rosa, vermelhas, enfim... muitas mesmo!




Não resisti e comecei a apanhar, uma aqui, outra ali e o resultado foi este.


 



Ora vejam, não são lindas?
Esta é apenas uma amostra, pois ainda apanhei mais.

A natureza é realmente bonita!




domingo, 12 de maio de 2013

Um dia, quando eu for magra...

Existem algumas pessoas que passam a vida a dizer que vão começar uma nova dieta, que vão emagrecer, mas, na verdade, não as vejo mudar certos hábitos (menos saudáveis) no seu dia a dia.
Antes de emagrecer, a pessoa tem de analisar muito bem quais os erros alimentares que tem cometido e o que é que tem de ser alterado.
Para uma dieta resultar tem de haver, acima de tudo, motivação, determinação e, sobretudo paciência. Emagrecer deve ser um processo lento para ser saudável.

Assim, o que é que não deve fazer:

  • Comer mais de um pão por dia;
  • Comer muito de cada vez;
  • Comer massas, arroz, lasanha;
  • Comer fritos;
  • Ingerir refrigerantes;
  • Abusar do sal;
  • Comer doces;
  • Beber álcool.


E o que deve fazer:

  • Comer a horas certas;
  • Tomar sempre o pequeno-almoço;
  • Comer apenas um pão por dia;
  • Comer pouco de cada vez;
  • Se não pode passar sem arroz ou massa, opte pelos integrais e em pequena quantidade;
  • Comer saladas e legumes frescos todos os dias;
  • Beber 1,5l de água por dia;
  • Fazer exercício, caminhada, por exemplo.

Se é uma dessas pessoas que precisa de emagrecer uns quilos, deixe-se de dietas malucas, bebidas milagrosas e comece hoje a sua dieta saudável. Pense nas vantagens que terá em ser mais magra e foque-se nesse objetivo, com calma, mas com determinação. Resista a um convite para ir comer um gelado ou uma cerveja com os amigos e opte por beber uma água, uma fruta, um iogurte ou uma tosta. Não se vai arrepender.
Se pensa que já não tem idade para emagrecer, desengane-se. Nunca é tarde!
Voltarei em breve com mais dicas.
Boa semana!

sábado, 11 de maio de 2013

Rendida!

Boa tarde amigas e amigos, 

Hoje quero partilhar convosco uma experiência nova.


Como habitualmente, ao sábado de manhã aí vou eu ao Minipreço fazer as compras do mês ou da semana, conforme a minha organização.

Chego ao Minipreço, com a lista que levo sempre, sem sequer pensar em comprar mais alguma coisa para além do que eu tinha escrito. Eis senão quando reparo que o Fairy líquido para a roupa estava com uma promoção de 50%. Sim, 50%! 

Bem, primeiro hesitei, até porque mesmo com a promoção não ficava lá muito barato... Mas, depois, pensei melhor e decidi experimentar. Até porque Fairy é Fairy! Se na loiça é um dos melhores, quem sabe não o é também para a roupa?

E assim fiz. Comprei e assim que cheguei a casa fui pôr a máquina a lavar: uns lençóis, uns pijamas e mais umas peças pequenas.

Quando fui estender a roupa, fiquei rendida! A brancura, o perfume, perfeitos! Sobretudo o perfume, espetacular!! Incomparável!

Só é pena é que, quando acabar a promoção, fica um bocado caro. Mas, só pelo perfume com que a roupa fica, vale bem a pena!!!

Acho que vou ser cliente para muitos anos.

E as minhas amigas já experimentaram?

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Blogue com problemas

Queridas amigas,

Queria apenas alertar para a possibilidade de os blogues serem infetados por vírus.
Estou a dizer isto com conhecimento de causa, pois desde ontem que o meu blogue apresenta sinais de "infecção".
Espero poder resolver o problema com a maior brevidade possível para, assim, continuar a manter o contacto convosco.
Entretanto, aproveito para desejar uma excelente sexta-feira e um fim de semana ainda melhor.
Beijinhos.


quarta-feira, 8 de maio de 2013

Como manter a casa limpa e arrumada

Ao contrário do que muitas donas de casa pensam, a limpeza da casa pode tornar-se uma atividade prática e ligeira, mas para isso é preciso estabelecer uma rotina diária de limpeza e organização. Sobretudo organização!

  1. Na cozinha: Não acumule loiça por lavar; varra o chão sempre após as refeições; mantenha os objetos nos lugares; despeje o lixo todos os dias.
  2. Na casa de banho: Sacuda os tapetes diariamente; aspire o chão para apanhar sobretudo os cabelos que todos os dias caem no chão; passe um pano ou esponja com detergente nas loiças, sobretudo banheira e lavatório; mantenha a sanita e o balde do lixo desinfetados.
  3. Nos quartos: Faça a cama todos os dias logo de manhã; areje o quarto; sacuda os tapetes; passe o franjinhas no chão diariamente e aspire uma vez por semana.
  4. Não deixe calçado, sacos, papéis, revistas ou outros objetos espalhados pela casa. Destine um espaço para guardar cada coisa.
  5. Decoração: Tente não ter objetos que exigem um limpeza especial; opte por móveis lisos, de fácil limpeza.
  6. Mais importante ainda: Envolva toda a família nestas rotinas de organização!


O que a vida me ensinou

Aprendemos todos os dias... já o dizia eu neste post

A vida ensinou-me:

  • Que viver não é difícil, é difícil saber viver;
  • Que  ser verdadeira vale a pena;
  • Que devemos calar-nos para ouvir os outros;
  • Que devemos ouvir todos os que precisam de desabafar;
  • Que às vezes é necessário acordar para a realidade;
  • Que nunca devemos desistir;
  • Que não devemos temer o futuro.

A vida é uma grande escola! 

terça-feira, 7 de maio de 2013

Até o silêncio pode ser mal interpretado


Se falamos, podemos ser mal interpretados, mas se não falamos, também.

Detesto ser mal interpretada! É das piores sensações...

Será que a vida tem de ser assim? Complicada?

Acho a vida curta de mais para a complicarmos.

Boa semana!




segunda-feira, 6 de maio de 2013

À minha querida mãe

Ontem celebrou-se o Dia da Mãe
Foram muitas as mães homenageadas pelos filhos, nas mais diversas formas. Até nas redes sociais foram publicadas muitas mensagens dedicadas às mães. Eu própria publiquei!
É pena que algumas mães apenas sejam lembradas neste dia e, algumas, nem neste dia.
À minha querida mãe, sempre presente na minha vida, quero agradecer por tudo o que me ensinou e pela forma humilde como me educou.
Não consigo passar um único dia sem lhe falar.
É obrigatório estar com ela todos os dias um bocadinho. Se tal não acontecer, eu não me vou sentir tão tranquila, tão bem comigo mesma. Foi assim que ela me educou, a ser amiga, carinhosa, humilde.

Nunca perco tempo com a minha mãe. Qualquer minuto que passo com ela, é tempo ganho.
Obrigada MÃE, por seres como és.



domingo, 5 de maio de 2013

Objetivos para o mês de maio

O mês de maio é, para mim, o melhor mês do ano.
Não sei por que razão, este costuma ser o mês em que ganho mais energia, mais alegria, mais vida. Não é que a não tenha ao logo do ano, mas neste mês é diferente.
Talvez porque os dias são maiores, há mais sol, mais calor, mais convívio, mais tempo para viver ao ar livre. Viver ao ar livre dá uma sensação de liberdade, de tranquilidade, de saúde.

É isso que quero aproveitar neste mês:

  1. Quero usar ainda mais os espaços ao ar livre, em casa e fora dela;
  2. Quero fazer mais refeições no terraço da minha casa;
  3. Quero conviver um pouco mais com a família e amigos;
  4. Quero fazer uma alimentação ainda mais saudável;
  5. Quero retomar as caminhadas ao fim do dia.

Este mês também é importante para mim por outras razões:

  • É o mês das flores e eu adoro todo o tipo de flores;
  • É o mês do coração;
  • É o mês do meu aniversário!

BEM VINDO, MÊS DE MAIO!

sábado, 4 de maio de 2013

Falta de tempo para ler

Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo para ler.
Para muitos, é uma realidade, mas, para outros, é mesmo o facto de não gostarem de ler.

Para quem gosta de ler, qualquer tempinho livre é precioso. Na paragem do autocarro, na sala de espera de uma consulta, no cabeleireiro, sei lá, há tantas oportunidades para lermos! Basta gostarmos e apanharmos esse "vício".

No meu caso, aproveito muitas vezes a hora do almoço para pôr a leitura em dia. Em casa, é mais difícil, uma vez que existem outras tarefas às quais não posso fugir. Mesmo assim, antes de me deitar, leio sempre um bocadinho, nem que seja uma página, um capítulo ou um artigo de uma revista qualquer sobre um assunto que me interesse.

Ler faz parte da minha vida e, na verdade, já tenho "contagiado" alguém com este meu "vício", o que me deixa feliz.

Agora, desculpem, tenho de ir acelerar nas minhas tarefas domésticas, para poder ter um tempo livre logo à tarde, para LER.

Bom fim de semana!

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Reforma só depois dos 66 anos?

Muito sinceramente, não estou muito preocupada com essa alteração. Quem me dera reformar-me só aos 66 anos!
É sinal de que ainda estou viva, e de que tenho saúde.
Conheci pessoas que trabalharam até aos 70 anos (limite de idade) e acredito que, se pudessem, trabalhavam mais anos. Eram pessoas que trabalhavam por amor ao que faziam. Eu também quero ser assim!
Não me assusta trabalhar até mais tarde, assusta-me, sim, ficar sem trabalho. Eu ou os meus familiares.
Apesar de todo o meu otimismo, não posso ficar indiferente à crise política e financeira que o país atravessa. É, de facto, assustador.
Não quero, nem posso ignorar a crise que nos está a afetar e, por isso, luto contra ela todos os dias. O lema cá em casa  é viver bem de forma poupadinha. Com pouco dinheiro, mas com muito amor.
Mais nada!
Bom fim de semana.


quinta-feira, 2 de maio de 2013

Amizade verdadeira...

... é aquela que surge do nada, mas que dura a vida inteira.

A amizade verdadeira é desinteressada, que dá sem esperar nada em troca.
Os amigos verdadeiros sabem transformar  pequenas coisas em grandes momentos de Felicidade.
Uma verdadeira amizade é um tesouro que não se pode perder. Que bom que um dia nos conhecemos! Aconteceu por acaso mas não acabará nunca!
Uma verdadeira amizade não tem preço!

Dedico este post a ti, minha grande amiga, talvez a única verdadeira!


quarta-feira, 1 de maio de 2013

Corre-corre, para quê?

Chamem-me o que quiser, mas cada vez mais me estou a deixar de andar em corridas contra o tempo.
Cheguei à conclusão de que não vale a pena.
É triste, mas é uma realidade que me tem atormentado ultimamente.
Tenho visto pessoas que toda a vida correram, fizeram de tudo para "um dia" serem felizes.  À espera de "um dia" que nunca chegou. 
Trabalham de dia e de noite, não têm tempo no seu dia para estar com a família, não vêem os filhos crescer, muitas vezes (quase sempre),  sem saber o que vão ganhar com tudo isso.
Casamentos desfeitos, filhos violentos ou sem um rumo, dívidas, é esse o resultado de toda uma vida sem vida, sem alegria, sem convívio.
Por isso, não me arrependo nada de ser como sou. Não vivo de ilusões, nem corro atrás de grandes promessas. Decidi há muito tempo que quero ser feliz, quero viver a minha vida, sem correrias, sem ambições desmesuradas.
Ambição desmedida só pode conduzir a grandes desastres.

Bom feriado!


Para ouvir...e sentir...

Deixo-vos estas belas músicas para ouvir hoje e sempre.



Bom feriado!