sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Que loucura!

Sim, é esse o ritmo que tenho levado nos últimos meses.
Uma autêntica loucura. Uma corrida contra o tempo, no trabalho e, sobretudo, na vida pessoal.
Há cerca de um ano,  quando a minha filha anunciou que queria casar este ano, nunca imaginei que um ano passava tão depressa. 
É claro que não relaxei, mas parecia que ainda faltava muito tempo. Não senti o stress nesse momento e fomos tendo algumas ideias para os preparativos, mas nada de pressas.
Passaram-se alguns meses, as coisas foram sendo feitas, com objetivos definidos, mas, de repente, parece que o tempo começou a fugir. Cada semana passa a voar. Mil e uma coisas ainda não passaram de ideias.
Falta um mês para o grande dia. 
A noiva anda feliz e eu também, mas a ansiedade aumenta a cada dia que passa.
Todo estre stress se agravou com a sobrecarga no trabalho.
De facto, preparar um casamento exige tempo e disponibilidade a todos os níveis.
O ritmo do nosso dia-a-dia cá em casa mudou radicalmente. Eu deixei de conseguir programar o meu dia ao pormenor. As compras são feitas quando falta alguma coisa em casa. Instalou-se um pequeno caos, completamente oposto ao meu estilo de vida habitual.
Com toda esta correria, tenho perdido a noção do tempo. Tem sido um ritmo tão louco que até me esqueci do aniversário da minha sogra!
É a primeira filha que vou casar. Estou feliz, mas muito ansiosa.
Sou uma pessoa organizada, mas dei conta que quando somos afetados pela ansiedade, a programação das coisas nem sempre funciona.
Portanto, meus queridos leitores, vou continuar ausente durante pelo menos um mês.
Darei notícias após o casamento, quem sabe com algumas fotos do grande dia.