terça-feira, 20 de outubro de 2015

Organização da roupa de vestir

Quem me conhece, sabe que sou uma pessoa muito simples em todos os aspetos, sobretudo na forma de vestir. Raramente uso roupa de marca e também não sou viciada em compras.
De manhã, não gasto muito tempo a arranjar-me, muito menos a escolher a roupa para vestir, até porque, normalmente, o faço na véspera.
Há quem selecione no fim-de-semana toda a roupa para vestir em cada dia da semana. Eu não chego a tanto, embora o faça mentalmente.
Cada pessoa terá com certeza a sua forma de organizar a roupa para vestir, de modo a facilitar esta tarefa.
Pessoalmente, considero-me uma pessoa muito prática, nada exigente com acessórios e afins. Ainda assim, gosto de ter o essencial. Para alguns é defeito, para mim é feitio.
Peças que considero essenciais ter num roupeiro, sobretudo nas estações do ano mais frias:
2 ou 3 pares de calças;
2 ou 3 vestidos;
2 ou 3 camisolas;
2 ou 3 blusas clássicas;
2 ou 3 casacos de malha;
2 ou 3 blusões/casacos grossos;
1 ou 2 gabardinas;
2 carteiras;
2 cintos;
1 relógio;
2 ou 3 colares;
2 ou 3 pares de brincos;
Alguns lenços (sou fã de lenços...);
2 pares de botas;
2 pares de sapatos.

Estas peças são suficientes para mim para usar toda a semana e ir combinando.
Não sou do tipo de pessoa de andar sempre a comprar roupa e, portanto, tenho peças com vários anos. Por vezes, faço uma pausa de um ano em certas peças, e depois volto a usar como se fossem novas. E é assim que me organizo e vou poupando algum dinheiro.

E as minhas leitoras, como fazem?

Sem comentários:

Enviar um comentário