quinta-feira, 15 de outubro de 2015

O amor não se explica... sente-se!

O amor não se explica por palavras.
«Amo-te» diz-se muitas vezes de forma mecanizada, automática e nem sempre reflete o que verdadeiramente se sente.
Já um olhar, um toque, um pequeno gesto,  dizem tudo. Para quem dá e, sobretudo, para quem recebe.
Há amor quando esse olhar, esse gesto, esse toque físico nos tocam também no coração, nos fazem vibrar e nos fazem pensar nisso a toda a hora.
Há amor quando sentimos o conforto, o carinho, a compreensão, a atenção que o tal olhar, o tal toque nos quer transmitir.
Viver o amor é das oportunidades mais lindas, mais sensacionais que Deus pôs à nossa disposição. Só temos de saber aproveitar essa oportunidade.
Mas viver o amor não é só receber. Viver o amor também é dar. Dar de nós para nós através do outro. É aí que reside o segredo do verdadeiro amor.



Sem comentários:

Enviar um comentário