quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Gestão financeira pessoal

Com a crise económica que vivemos convém fazermos uma boa gestão financeira dos nossos rendimentos, cada vez mais pequenos.
Na minha opinião, não é necessário utilizar sistemas muitos complexos. Bastará que se pense muito bem antes de comprar aquelas pequenas coisas que custam 2€ ou 3€, coisas que, por vezes,  nem precisamos muito. Mas o que é certo é que 2€ hoje e 2€ amanhã, vai muito dinheiro ao fim do mês.
Deixo-vos alguns conselhos:
Conselho nº 1: No dia em que recebe o seu vencimento (no meu caso, é hoje), crie uma tabela, pode ser em excel ou mesmo em word, e numa primeira coluna registe o montante dos seus rendimentos do mês; na outra coluna, registe todas as despesas, mais ou menos fixas (água, luz, telefone, gás, telefone, internet, prestação da casa, colégio dos filhos, prestação do carro,mesada dos filhos, etc.) previstas para o mês; em seguida, estipule um máximo de consumo no supermercado; não se esqueça de tirar uma parte para si , ou melhor, para um mealheiro à parte (eu costumo retirar 10% do meu vencimento). Faça a soma da segunda coluna. Sobra dinheiro? Se sobrar, poderá pensar em alguma extravagância este mês, do tipo, ir à manicure, ao cabeleireiro, almoçar ou jantar fora, fazer uma viagem, etc....Caso contrário, esqueça. Ainda não dá este mês, a menos que corte na alimentação, o que não me parece nada bem, a menos que se chegue à conclusão que existem bens que são dispensáveis. Posso falar da minha experiência pessoal. De há uns anos a esta parte, tenho gasto muito menos no supermercado porque tenho feito as escolhas acertadas, compro mais marca branca, aproveito os talões, faço sempre lista de compras e cumpro-a rigidamente. O que é certo é que a conta baixou e muito.
Conselho nº 2: Nunca gaste até ao último cêntimo; 
Conselho nº 3: Pague menos com os cartões e mais em dinheiro;
Conselho nº 4: Não ceda à tentação das promoções.

No poupar é que está o ganho!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...