segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

O valor do dinheiro

Quanto vale o dinheiro?
Para nós, adultos, até é fácil compreender o valor do dinheiro, principalmente quando ele resulta do esforço que fazemos para o ganhar.
Mas para uma criança? Será que ela sabe? Será que ela compreende?
"Eu quero uma playstation!"  "Eu quero um jogo!"  "Eu quero umas botas novas!" "Eu quero..." "Eu quero..."
Parece simples, mas não é fácil dizer apenas "não".
Devemos abordar o assunto desde pequeninos, explicar-lhes que, para a mãe e o pai terem dinheiro, têm de trabalhar, por vezes de noite,  faça frio, faça chuva, faça calor...
Há pais que protegem demasiado os filhos, ao ponto de os afastar de tudo o que tiver a ver com crise, falta de qualquer coisa, enfim tudo o que estiver relacionado com finanças, despesas, etc.
Na minha opinião, não devemos excluir os filhos desses assuntos. É claro que não devemos ser pessimistas, nem pintar o quadro muito negro. Mas devemos fazer-lhes ver que a vida não é fácil, que devemos poupar o dinheiro para comprar aquilo que realmente precisamos.
Devemos ajudar os filhos a fazer escolhas, por prioridades. 
Não se atormente por dizer ao seu filho que este mês não pode comprar as botas que ele pediu. Explique-lhe a razão: Não pode porque o dinheiro não chega para tudo. Diga-lhe, por exemplo que temos que pagar bens muito mais imprescindíveis que umas botas, tal como a água, a luz, o telefone, a casa para morar.  Se não pagarmos a luz, por exemplo, ficamos às escuras. Com certeza que ele vai compreender.
Não é tarefa fácil, mas sempre é melhor do que um simples "NÃO!"
As crianças não compreendem facilmente a relação do dinheiro com o trabalho. Cabe-lhe a si explicar-lhe.
Boa sorte!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...