terça-feira, 20 de setembro de 2011

Faça uma coisa de cada vez!

Hoje vou falar-vos de produtividade.

É normal nós querermos aumentar a nossa produtividade. O que não é normal é pensarmos que o vamos  conseguir fazendo várias coisas ao mesmo tempo. Nada mais errado!
Se procura aumentar a sua produtividade, pense e faça apenas uma coisa de cada vez.
Isso pode parecer impossível, visto que hoje todos nós procuramos fazer cada vez mais coisas ao mesmo tempo.
Quando executa uma tarefa de cada vez, além de a realizar com absoluta atenção, a soma geral do tempo acaba sendo menor do que a tentativa de realizar ao mesmo tempo.
O nosso cérebro não faz bem duas coisas ao mesmo tempo, pelo menos com qualidade. Tentar realizar várias coisas ao mesmo tempo é muito stressante. É por isso que muitas pessoas vão esgotadas do trabalho. Vão cansadas, frustradas, desesperadas, porque sentem que, apesar de tanto esforço, deixaram tarefas a meio, ou realizaram outras menos bem.
O grande segredo das pessoas produtivas está justamente na sua capacidade de manter a atenção na atividade que estão a realizar, evitando as interrupções mentais e físicas que roubam a sua atenção e assim o seu tempo.
Experimente a todos os momentos do seu dia manter a atenção na sua atividade atual, prestando atenção no que está a fazer. Nada entrará de modo automático. Experimente!
Se mantém as suas tarefas agendadas, não vai precisar de ficar a pensar nas tarefas que tem para fazer – deixe o futuro justamente onde ele deve ficar  e  mantenha-se focado no agora.

A sua atenção não deve estar ligada apenas nas tarefas mais importantes, mas a todo o momento: quando escrevemos um e-mail, atendemos o telefone, conversamos com nossos amigos ou simplesmente saboreamos uma refeição.

Comece agora. E vai ver a sua produtividade aumentar.

Faça uma coisa de cada vez!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...