sábado, 5 de maio de 2012

Como manter a harmonia no seu lar

Nesta matéria não tenho razões de queixa mas, mesmo assim, acho que ainda temos muita coisa para aprender.
Infelizmente ouvimos cada vez mais pessoas queixarem-se de problemas que estão a viver com os filhos, com os irmãos ou até com o marido ou a mulher. 
É cada vez maior o número de pessoas que recorre ao médico com depressões.
Divórcios, cada vez mais frequentes. Filhos delinquentes, cada vez mais.
Mas o que é isto? O que se passa com a nossa sociedade?
Na minha opinião, a boa conduta dos filhos deve partir de casa, da educação que os pais lhes transmitem.
Por isso, se um pai ou uma mãe não dá bons exemplos aos filhos, o que pode esperar deles?
O papel dos pais é, antes de mais, o de educadores.
Mas como é que alguns pais podem educar os filhos se praticamente não estão com eles?
É verdade que muitos pais têm horários de trabalho complicados e, por isso, muitas vezes é difícil participar em tudo o que os filhos fazem.
Mas outros há que, mesmo que o horário de trabalho não seja prolongado, ocupam-no com outras atividades, nem sempre acompanhadas dos filhos.
Em casa, também há pais que fomentam esse afastamento, ao permitir que os filhos passem horas no computador e/ou na televisão. Estas crianças/adolescentes passam horas sem falar com os pais. Vivem noutra realidade.
São chamados para a mesa uma, duas ou até mais vezes. Alguns dizem mesmo  "Não quero jantar hoje" e continuam no Facebook como se não houvesse amanhã. De repente ouve-se um telemóvel e o filho diz: "Vou sair". E os pais concordam sem se atreverem a fazer uma pergunta que seja.
Sei que esta, felizmente, não é a realidade de todos lares. Mas, por acaso nunca ouviram histórias destas?
Quem tem filhos adolescentes, sabe bem do que estou a falar.
É claro que nestes lares não pode haver harmonia.
Como manter a harmonia no seu lar?
De pequenino, estabeleça regras aos seus filhos. Nem muito apertadas nem muito permissivas. Deve haver um meio termo. Ficarão todos a ganhar.
Faça-os participar nas atividades de casa.
Crie uma ambiente saudável em sua casa, onde todos se sintam bem. Conversem, divirtam-se em família, programem passeios em conjunto, piqueniques, cozinhem juntos, partilhem tarefas, obrigue os seus filhos a arrumar a roupa e o calçado depois de a usarem.
Quanto mais unida estiver a família melhor será o ambiente que aí se vive.
Em famílias ricas, com empregados para tudo, nem sempre é possível dar estes exemplos. Talvez por isso, vemos tantos filhos de pessoas abastadas, com carros topo de gama que maltratam os pais, só sabem gastar e, em casa, não sabem fazer nada. Essas pessoas nunca estarão preparadas para ter filhos e dar-lhes uma boa educação.
Muitos pais, para evitar conflitos com os filhos, colocam uma televisão nos seus quartos, de forma a que cada um veja o que gosta. Seria muito melhor que houvesse cedência de ambas as partes. Escolhiam ver programas que agradassem a todos, ou então, agradavam a um agora e depois ao outro. Mas permaneciam juntos. Seria muito melhor. Eu sei que é difícil. 
Pessoalmente não aprecio nada futebol, mas prefiro estar com o meu marido a ver futebol do que estar sozinha a ver outra coisa qualquer. Faço um enorme esforço, até porque não percebo nada da matéria, mas estou lá. Aproveito e faço outra coisa ao mesmo tempo, mas estou ali com ele.


A paz na família é o resultado de muitos pequenos esforços empreendidos por todos, todos os dias. Trata-se de animar alguém que está mais tristonho, mandar uma mensagem ao seu filho/a a desejar-lhe uma boa prova, fazer uma surpresa agradável à sua mãe, ou simplesmente beijá-la quando chega a casa. Fazer isto com todos os membros da família. São bons exemplos e, acreditem, mantém a harmonia no lar.




Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...