quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

A vida deve ser vivida devagar...

Quando descobrimos que existe algo que nos faz mais feliz do que ter muito dinheiro, ter um ou mais carros, ter várias casas, então está na hora de nos focarmos nesse "algo" e ser cada vez mais felizes.
Estou a pensar naquelas pessoas que não têm "nada", mas têm tudo. Têm uma família unida, têm amor todos os dias, têm sobretudo a capacidade de amar e ser amados.
Tempo... essas pessoas também têm tempo. Tempo para estar umas com as outras, para falarem, para trocar afetos. Uma vida feliz é feita com base na troca de afetos.
Não quero dizer com isto, que devemos deixar o nosso trabalho, ao qual devemos o nosso meio de subsistência. Não, nada disso. Devemos, sim, pensar naquilo que fazemos para além do trabalho, na forma como ocupamos o nosso tempo.
A relação com a família, com os amigos, com os outros em geral, é muito importante.
Saber ouvir o outro, dar-lhes um pouco do seu tempo pode fazer toda a diferença, a si e ao outro.
A vida deve ser vivida devagar... Para quê andar sempre a correr... inventar desculpas como "agora não tenho tempo, falamos depois"?
Tenho pensado muito ultimamente sobre este assunto, e aos poucos tenho mudado muito a minha forma de pensar, de agir, e sobretudo, tenho alterado rotinas, cada vez mais focada naquilo que me faz bem. E aquilo que me faz bem resulta muitas vezes (quase sempre) no bem que faço aos outros, seja família ou não.
Bom ano, meus estimados amigos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...