sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Quando os filhos crescem...

Nós não vemos, ou melhor, não queremos ver. Mas a vida é assim mesmo!
Quando um homem e uma mulher se apaixonam, pensam em casar ou viver juntos, ter uma casa, ter filhos, enfim, ter uma vida própria, sem estar sob a alçada dos pais.
Quando casam, tudo parece perfeito. 
Resolvem ter filhos e, a partir daí, partilham de mais um prazer, o de serem pais, mas também a responsabilidade de zelar pelo crescimento saudável dos seus filhos.
Com altos e baixos nesse percurso, os filhos vão crescendo, vão tornando-se homens e mulheres, com aspirações idênticas às que nós tínhamos da idade deles. Mas nós, cegos pelo amor que lhes temos, não vemos isso. Para nós, são sempre os nossos filhinhos, que nós protegemos com unhas e dentes das garras do mundo exterior.
Só que um dia, eles também querem ter a sua vida independente, casar, ter filhos... e, por mais que nos custe, vamos ter de aceitar.
Os filhos já não são aqueles meninos e meninas de lacinhos no cabelo e com roupas escolhidas por nós. Cresceram. Hoje são homens e mulheres com responsabilidades na vida, com sonhos para o futuro, com capacidades intelectuais, com a consciência dos obstáculos que a sociedade infelizmente por vezes impõe.

Quando os filhos crescem, há que lhes dar asas para voarem.

1 comentário:

  1. E temos de os ajudar nos ensaios dos voos quando as asinhas despontam ...é essa fase em que estou....!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...