quarta-feira, 11 de abril de 2012

Seja solidário

Estamos em crise, é uma realidade. E, infelizmente, afeta quase toda a população. 
Mas não vamos ser pessimistas, nem tão pouco, baixar os braços. Temos de ver vantagens, até na crise.
Como é que uma crise financeira pode trazer vantagens, estarão vocês a perguntar?
De facto, assim parece. Já o disse várias vezes e não me canso de repetir. É necessário refletir sobre este assunto, o da atitude positiva que devemos ter em relação às situações mais adversas. 
Em situações extremas, a mudança é necessária e positiva. Refiro-me à mudança de atitudes, hábitos dos portugueses. Devemos valorizar mais a importância da união, da solidariedade, da universalidade, da esperança, por exemplo através da família, do vizinho, do amigo, do outro. Somos seres habituados a viver em grupo e precisamos uns dos outros para nos sentirmos seguros.
Por exemplo, quando existe uma tragédia que afeta um número significativo de pessoas, imediatamente, mobilizam-se grupos de voluntários para ajudar os feridos a recuperar da adversidade. Perante a crise, juntos possuímos mais recursos.
Pense positivo, mesmo na crise, e veja vantagens. 
A união faz a força. Portanto, não hesite em ajudar quem precisa e vai sentir-se ainda melhor. Deixe de pensar só no seu umbigo e pense também nos outros à sua volta que estão na miséria. Hoje por eles, amanhã por nós.


Se eles ficarem bem, nós também vamos ficar.




Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...