domingo, 18 de março de 2018

Nunca empilhe as coisas, o segredo é guardá-las na vertical

Este é um conselho de organização da famosa Marie Kondo.
Depois de ler o livro "Arrume a sua casa, arrume a sua vida", de que vos falei aqui, confesso que fiquei impressionada com o método de organização da sua autora.
Apesar de não ser a fã nº 1 do método da Marie Kondo, uma vez que o considero um pouco radical, adotei algumas das suas dicas que considero muito úteis e funcionais.


Organizar as coisas na vertical. 



«Há pessoas que guardam tudo em pilhas, quer se trate de livros, papéis ou roupas. Mas isso é um grande desperdício.
Se há coisa em que insisto é arrumar as coisas na vertical.
Guardo na vertical as roupas, que dobro e coloco nas minhas gavetas. Guardo na vertical as meias, que enrolo e guardo numa caixa. Guardo na vertical os artigos de papelaria: as caixas de agrafos, fitas métricas e borrachas. Até guardo o meu portátil na estante como se fosse um livro. Os espaços onde guarda as coisas devem ser suficientes, mas se ainda não chegam, arrume-as na vertical e resolverá o problema.
Guardo as coisas na vertical e evito fazer pilhas por duas razões. Primeiro, se empilhar as coisas, acabo por ter à disposição um espaço sem limites. As coisas podem ser empilhadas umas sobre as outras até ao infinito, o que torna mais difícil perceber o aumento do volume. Pelo contrário, quando arrumamos tudo na vertical, o aumento do número de objetos ocupará todo o espaço. Quando isso acontecer, irá notar: "Ah, estou a começar a acumular demasiadas coisas!"
A outra razão é esta: as pilhas não fazem bem às coisas, as coisas de baixo começam a ficar esmagadas (...) As coisas no fundo da pilha praticamente desaparecem porque nos esquecemos de que existem. Quando empilhamos a nossa roupa, a do fundo é usada cada vez menos (...) 
Este excerto do livro Arrume a sua casa, arrume a sua vida chama-nos a atenção para um erro muito comum no que diz respeito à organização da roupa, não só de vestir mas também da casa (cama, wc, cozinha, etc).


Foi com dicas como estas que este método me conquistou, apesar de, como disse, não ser a fã nº 1 do método em si.
 






Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...