sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Sexta-feira, que bom!

É bom porque começa o fim-de-semana.

É bom porque há mais tempo para o convívio familiar.

É bom porque é dia de "limpeza" no trabalho.

É bom porque há maior disponibilidade para fazer planos pessoais.

É bom porque sim e porque adoro as sextas-feiras!

4 comentários:

  1. Boa Sexta-feira e um excelente fim-de-semana!

    Eu ainda não consigo aproveitar bem o fim-de-semana. A rotina semanal e o tempo dispendido no trabalho e nas deslocações para o mesmo são demasiado exigentes para 24h. Chego ao Sábado exausta. Normalmente só consigo mesmo repôr o descanso e ficar mais calma (quebrar o stress e a ansiedade). Fico por casa e pouco faço a não ser cuidar da roupa. No Domingo é dia de ir às compras, limpezas e organizar a alimentação para semana. E pronto! Não sobra tempo! Se vou visitar a família ou amigos fico logo com a semana seguinte desorganizada. É difícil simplificar mais a minha vida. Acho mesmo que a organização da sociedade virada para trabalhar-mos demasiadas horas nos suga as energias e pouco tempo nos dá para os nossos prazeres. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Novembro, compreendo perfeitamente. E acredita, também não me posso dar ao luxo de sair todos os fins-de-semana.
      Ao contrário do que poderão pensar as minhas leitoras, eu não tenho nem nunca tive empregada. E as ajudas da família também não são muitas. Ou seja, a casa, a roupa, a comida, as compras, etc, tudo está a meu cargo.
      Em 27 anos de casamento, com duas filhas e com um trabalho que me obriga a sair de casa às 8h e a regressar às 19h, todos os dias, fui aprendendo a lidar com a rotina.
      Mas também aprendi que a família é muito importante. Procuro, sempre que posso, passar tempo com os meus pais (sou filha única e eles já têm bastante idade), com a minha filha (a outra já está casada) e com o meu marido (o meu suporte emocional, o meu ombro amigo). Por isso, se decido ir sair a ver o mar, por exemplo, não me importo de, nessa tarde deixar a roupa para passar mais tarde. É uma questão de prioridade...

      Eliminar
  2. Não pretendo ser "desmancha-prazeres". Só tenho pena de não conseguir ter tempo para fazer o que me faz feliz e estar com quem amo. De viver o importante. Sinto que vivo para "sobreviver" Não sei como conseguem!? Mas adorava consegui-lo também. Beijinho e mais uma vez BOM FIM-de-SEMANA!!! :-) Eu vou tirar o máximo prazer do descanso, imprescindível, no meu Sábado. :-) Reunir forças para a próxima semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A decisão de ter tempo para fazer o que a faz feliz e estar com quem ama está em si, não nos outros.
      Como disse na outra resposta, é uma questão de prioridade.
      Eu sei o que está a pensar neste momento, mas eu já fui assim e mudei. Hoje penso mais em mim, na minha felicidade e nos que vivem comigo.
      Aprender a ter prazer em tudo o que se faz também é importante. Entre um cesto de roupa para passar e um convite do meu marido para ir sair, eu não hesito. A roupa pode esperar! E mais, quando for passar a ferro, estarei mais animada porque fui passear. Ser feliz é uma opção!

      Eliminar