segunda-feira, 5 de maio de 2014

Sentido da vida

O sentido da vida é estar vivo. 
Parece tão óbvio, tão simples, não é? 

Mesmo assim, há pessoas que não param de correr em pânico, como se fosse necessário conseguir alguma coisa além de si próprio.

Poucas são as pessoas que param para pensar  sobre o sentido da vida. 

Nessa correria para chegar mais além e mais acima, chegadas ao topo descobrem que afinal não há nada lá. 
Olham para trás e descobrem que, afinal, foram vazios os anos que passaram a correr em busca da fama e do sucesso. 
Descobrem que não foram felizes e que, agora no topo, também não o são e estão sozinhos. 
Descobrem que não viveram o suficiente e que agora é tarde.
O sentido da vida é o aqui e o agora. É estar vivo, é viver em família, é saborear uma boa refeição em boa companhia, é viver um amor intensamente, é apreciar a natureza, é fazer bem ao próximo, é estar em paz consigo mesmo e com os outros, é trabalhar afincadamente sem descurar a saúde mental e física, é no fundo, saber viver.

Boa semana!

2 comentários:

  1. Penso nisso todos os dias.
    Adoro o doce sabor da vida!
    Beijinhos,
    Paula
    vidademulheraos40.blogspot.com.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Paula.
      Um beijinho e boa semana!

      Eliminar