sábado, 16 de fevereiro de 2013

Rotina louca, ou talvez não...

Há quem diga que sou maluca, principalmente por me levantar tão cedo. Os que mais me criticam são precisamente os membros da família que, se pudessem, dormiam horas e horas a mais.
Bem, mas eu não me importo com o que dizem e o que me interessa mesmo é sentir-me bem comigo.
E para isso, eu tenho de me levantar cedo, fazer determinadas coisas antes de sair de casa e não andar a correr o dia todo, preocupada com a falta de tempo.
Nem sempre tive esta rotina e, por isso, sei bem o que é sair de casa a correr, deixar uma série de coisas por fazer e,  à noite, quando chegar a casa, depois de um dia de trabalho,  ter a casa em desordem.
Não, isso não podia continuar a acontecer. Foi por essa razão que decidi mudar e optar por esta rotina, para alguns louca, para mim, ótima.

6h30 - Levanto-me e ligo a televisão para me ligar ao mundo (mesmo que as notícias não sejam a melhores...)
Arrumo a loiça da máquina, limpo a lareira e preparo o almoço para levar para o trabalho
Tomo banho, visto-me, etc...
Arrumo o quarto e organizo algumas roupas que possam estar espalhadas. (O quarto das filhas, cada uma arruma o seu).
Tomo o pequeno-almoço com a família, que entretanto já se levantou.
Arrumo a cozinha e dou um jeito no WC antes de sair.
Recolho o lixo para levarmos quando sairmos de casa.

8h - Saímos todos de casa com destino ao trabalho e à escola.

8h30 - Chego ao trabalho e, aí, a rotina é outra, bem diferente, mas muito organizada (eu pelo menos tento que assim seja).

12h30 - Almoço e aproveito este momento de pausa para ler (o meu vício!). Por vezes, uso este tempo para ir a uma mercearia comprar legumes e fruta, porque são mais baratos.

13h30 (por vezes 14h) -  Regresso ao trabalho.

17h (por vezes, 18h, 19h e, muito raramente,  às 20h) - Saio do trabalho (e tento desligar dele, o que nem sempre é fácil).

18h (em dias normais) - Chego a casa e lancho com a família.
Faço uma caminhada de 30 minutos, com o marido (quando ele tem tempo) e uma visita rápida aos meus pais para ver como estão, como passaram o dia.
Faço o jantar e, enquanto isso, aproveito para limpar uma divisão da casa por dia.
Ponho a máquina da roupa a lavar e, dia sim dia não, faço um pão na MFP.
Jantamos todos juntos. A hora de jantar depende da disponibilidade de cada um. Como jantamos sempre juntos, esperamos uns pelos outros.
Arrumamos a cozinha e passo o resto do serão com a família. Como não gosto de estar parada, neste momento aproveito para ler, passar a ferro se houver roupa, arrumar papeladas, ir ao computador, e outras coisas que entretanto surjam.
Antes de deitar, passo os olhos pela agenda e vejo se ficou alguma coisa por fazer.
Raramente me deito antes da meia noite.

As compras para a casa são feitas, regra geral,  de quinze em quinze dias (já tentei mensalmente, mas não dá). Mesmo de quinze em quinze dias é complicado, pois há sempre alguma coisa que esquecemos ou alguma necessidade de última hora. Como tenho o supermercado perto de casa, não perco muito tempo.

Ao sábado faço uma limpeza mais aprofundada da casa e ao domingo, sempre que posso, aproveito para descansar, para ler, passear (quando a família pode, claro).
 
É assim o meu dia a dia (em dias normais!). 

Não sou uma pessoa de saídas à noite. Não fui habituada a isso e, por isso, não me sinto muito bem em ambientes de grandes confusões. Sou assim mesmo, gostem ou não. Perdoem-me os meus amigos que tantas vezes me convidam para sair.
O mais importante  é eu sentir-me bem, ser feliz e fazer feliz quem partilha a vida comigo.

Bom fim de semana!

1 comentário:

  1. Olá!
    Gostei muito do blog.
    Eu também costumo levantar-me á mesma hora.
    estou a seguir-te.

    ResponderEliminar

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...