terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Fazer bem sem olhar a quem...

é um ditado bem antigo e bem verdadeiro...
Eu acredito que praticar o bem se pode comparar a semear e cuidar da sementeira. Se esta for bem feita, a colheita será na mesma proporção. Caso contrário, o prejuízo será grande.
Nesta linha de pensamento, acredito que se fizermos bem, seja a quem for, o retorno será igual ou mesmo superior. Eu já vivi essa experiência, mais do que uma vez.
Por isso, não nos devemos arrepender de fazer bem, nem devemos escolher o nosso alvo, pois existe sempre alguém, seja ela quem for, que precisa de ajuda em alguma coisa.
Por exemplo, existem pessoas que têm muito dinheiro, mas falta-lhes afeto, companhia, etc. Por outro lado, existem pessoas que têm muito apoio afetivo, mas não têm dinheiro para comer, para vestir, para estudar, etc.
Um pequeno gesto, uma pequena contribuição poderá significar muito para cada uma dessas pessoas.

Já o disse várias vezes, adoro ajudar os outros. Se tenho sido recompensada? Sem dúvida. Ver a felicidade das pessoas a quem ajudo é, desde logo,  uma grande recompensa.

2 comentários:

  1. Também adoro ajudar os outros. É algo que já nasceu comigo e que tenho realmente prazer! (seria tão bom retirar "os robôs" para os comentários, fica a sugestão!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Mel

      Peço desculpa, mas não percebi o que quer dizer com "(seria tão bom retirar "os robôs" para os comentários, fica a sugestão!)"
      Um beijinho e obrigada.

      Eliminar

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...