quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Presentes de natal

O Natal está a chegar e  as pessoas já andam a fazer contas ao dinheiro para comprar os presentes para a família e não só. Nem sempre é fácil escolher o presente certo para cada pessoa. Mas a nossa preocupação, muitas vezes é investir num presente caro. Por essa razão, como este ano o nosso orçamento foi reduzido, algumas pessoas já pensaram em reduzir também o número de presentes e decidiram comprar apenas para as pessoas mais chegadas.
Eu tenho uma opinião diferente. Este ano estou a pensar dar mais presentes do que nos anos anteriores. E mesmo assim, penso gastar menos do que habitualmente. Como vou fazer? É simples. Em vez de gastar 20€ em cada presente, penso gastar em media 10€ ou até menos. Com isso, vou reduzir a despesas e não vou deixar de dar alguma coisa a alguém. É claro que vou ter cuidado com o que vou comprar e pensar em algo pessoal, simples e ao mesmo tempo barato. Como já tive oportunidade de dizer mais do que uma vez, o que conta é a intenção. Não concordam?
Não deixe de comprar presentes, se isso o(a) faz feliz.
Eu gosto de receber (quem não gosta?), mas, acima de tudo,  adoro dar.
Sugestões para presentes?
  • Colónia de bolso
  • Creme de mãos
  • Lenço/cachecol
  • Bolsa de cosméticos
  • Estojo de manicure
  • Vernizes
  • Bijutaria
  • Flores naturais
  • Caixa para fotos
  • Caixa de arrumação de bijutaria
  • Chocolates
  • Etc. etc.

Para as crianças? Qualquer brinquedo serve. Eles adoram abrir presentes, seja ele qual for. Invista mais no embrulho, que deverá ser num papel lindo, brilhante, com bonecos e um grande laçarote.
Para os adolescentes é muito mais complicado, para não dizer, impossível de escolher. Nestas idades é muito complicado agradar-lhes seja com o que for. Por isso, e porque nunca sei se vão gostar ou não do presente, optei por lhes dar dinheiro. «Grão a grão enche a galinha o papo», não é verdade? Então, com 10€ meus, mais 10 € de outro, já faz 20€ e eles compram algo que os faça felizes, nem que seja naquele momento. Sim, porque na adolescência nunca se sabe quando estão felizes. Ora estão bem, ora ficam muito aborrecidos, sem que ninguém compreenda as razões.
Acho que todos nós conhecemos casos destes. 
Resumindo, dar menos presentes não me parece solução ideal para poupar.
Acho que adotando este sistema de comprar o mesmo número de presentes, ou até mais, mas mais baratos, conseguimos atingir um nível de poupança e contribuir para que fiquemos duplamente felizes.
Não acham?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...