sábado, 16 de dezembro de 2017

Em jeito de balanço

Ainda não chegou ao fim, mas nesta altura gosto de fazer um balanço do ano que passou.
2017 foi um ano muito negro, não em termos pessoais, felizmente, mas foi um ano muito mau para o País, para o Mundo em geral.
Muitas mortes, catástrofes, epidemias, enfim um sem número de coisas desagradáveis.
Pessoalmente tenho a agradecer, pois não fui afetada diretamente por nenhuma destas catástrofes. Ainda assim, não consigo ficar indiferente ao facto de muitas pessoas terem perdido a vida e outras terem perdido as suas casas. Erros humanos? Talvez sim... ou talvez não...
Foi sem sombra de dúvida um ano muito difícil e que não deverá ficar esquecido.
Que este ano tão negro tenha servido para alertar as pessoas e que as tenha feito refletir na vida e que as faça mudar certos comportamentos.
A vida é tão curta! Para quê entrar em guerras uns com os outros?
Viver em harmonia sempre foi o meu lema e vai continuar a ser, agora mais do que nunca!
Que 2018 seja um ano melhor para todos!
Que saibamos respeitar e percebamos que não somos nós que mandamos no Mundo mas que podemos contribuir para um Mundo melhor com os nossos comportamentos, com as nossas atitudes.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...