terça-feira, 25 de abril de 2017

Em Dia da Liberdade, seja livre!

Num mundo tão acelerado em que vivemos, esquecemos muitas vezes que precisamos de momentos de desconexão, momentos de pausa e de descanso.
Esses momentos, tão importantes para nós, devem acontecer de livre vontade e não porque temos tempo livre. Eles devem acontecer sempre que necessitarmos de paz, se possível todos os dias. Nem que sejam apenas cinco ou dez minutos.
O que fazer nesses momentos de pausa? Eles devem ser aproveitados para refletir, para olhar para o nosso interior e ver que, afinal, somos pessoas maravilhosas. Facto, que por vezes esquecemos e entramos em depressão, em baixa auto-estima, etc.
Nesses momentos de reflexão, também podemos analisar o que é que no mundo lá fora nos afeta, nos faz mal. Serão pessoas?, serão objetos? serão certas rotinas? ou será, tão simplesmente, aquele espaço cheio de tralha, daquela tralha que não precisamos nunca mais e que cada vez vai ganhando mais volume?
Pois bem, seja o que for, devemos arregaçar as mangas e por mãos à obra. E começar a destralhar. Só o facto de eliminar algo que está simplesmente a ocupar espaço, já nos dá uma sensação de alívio, de leveza. Refiro-me a objetos, mas aplica-se a tudo na vida.
Deixo a dica, hoje em Dia da Liberdade.
Tome a liberdade de deitar fora o que lhe faz mal.

Sem comentários:

Enviar um comentário