sexta-feira, 22 de novembro de 2019

A vida é feita de escolhas e consequências

Todos os dias somos confrontados com a necessidade de fazer escolhas.
E das escolhas que fizermos colhemos os resultados.
Se as escolhas forem acertadas, o resultado só pode ser bom. Se não for, sofremos as consequências.
Mas quando é que sabemos que estamos a fazer a escolha acertada?
Por vezes nem temos tempo de escolher!
A minha ideia sobre isso é que a nossa escolha deve ser sempre feita em função da nossa felicidade.
Por isso, na hora de escolher alguma coisa, eu procuro sempre optar por algo que me faz feliz, não a curto mas a médio prazo. Deixei de pensar a longo prazo...
Pode ser uma contradição, uma vez que eu sempre digo que devemos viver o presente.
Pois bem, não me estou a contradizer. Continuo a defender que o presente é o mais importante. Então, como explico isso?
O meu presente nem sempre é o agora, mas pode ser o hoje, e o hoje pode ser de tarde depois de uma má escolha de manhã. Continua a ser o presente.
A forma como encaramos as escolhas é o que influencia o nosso estado de espírito.
É claro que eu gostaria de ficar mais cinco minutos na cama, e mais dez, ou até nem ir trabalhar de manhã, por exemplo. Mas eu também sei que isso não me ia fazer feliz. Eu ia ficar bem durante muito pouco tempo. Depois ia sentir-me mal comigo mesma por ter optado ficar na cama em vez de ir trabalhar. Eu gosto de trabalhar, gosto do que faço, gosto de servir os outros e, por isso sinto que tenho de fazer alguns pequenos "sacrifícios". Ser paciente, aceitar essas condições, é caminhar a passos largos para a felicidade.
Quantas vezes acabei um dia longo e intenso de trabalho com a sensação de que estava cansada mas feliz! Isso é super importante para mim.
A felicidade é o que me move todos os dias. É o que me faz levantar cedo todos os dias, esteja frio, esteja calor, é o que me faz andar muitas vezes a correr para conseguir ter tempo para ir passear com a família.
Com este palavreado de hoje, eu pretendo transmitir que devemos ser pessoas motivadas e não acomodadas nem desinteressadas. Devemos pensar em nós, mas sobretudo no bem que podemos fazer aos outros. A nossa felicidade também depende disso.
Por hoje é tudo.
Bom fim de semana, com boas escolhas!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Snacks doces sem açúcar