segunda-feira, 10 de junho de 2019

Não precisa, não compra

O mal de muita gente é que não consegue ir a uma loja ou Centro Comercial só para ver. 
Acaba sempre por comprar alguma coisa. Ou porque estava em promoção, ou porque simplesmente gostou.
Aquele casaco é bem giro, mas será que estava  a precisar de mais um casaco? 
Quando chega a casa, surge o problema. Onde colocar o casaco? O armário está cheio de roupa, alguma que não é usada há meses. O ideal era que esse casaco fosse substituir algum que estivesse no dito armário. Mas não, fica ali, a par com os outros. «Depois decido, se dou algum ou se meto no lixo».
E é isto que acontece com a maioria das pessoas, ao ponto de não haver mais espaço para nada. Pior ainda, as pessoas perdem o controle do que têm e do que precisam e vão comprando, comprando, comprando por impulso. Refiro-me a roupa, calçado, acessórios, malas, mas também a utensílios de cozinha, detergentes, comida, etc., etc., etc..
Se não precisa, não deve comprar. Se não usa determinado objeto, não deve continuar com ele em casa. Dê-o a alguém ou a alguma instituição, venda, ou coloque no lixo, no caso de já estar estragado.
Antes de comprar o que quer que seja, deve-se pensar duas vezes. O melhor mesmo é levar sempre uma lista das compras que precisa fazer.

Não precisa, não compra.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Publicação em destaque

Aproveitar bem o tempo

Há várias formas de aproveitar o tempo.  Muitas pessoas queixam-se da falta de tempo, outras morrem de tédio, porque não sabem o que hão ...